Canal
Mkt Social

Heliópolis ganha projeto de comunicação contra Covid-19

Por: Redação. 19 de Maio de 2020

Diante do novo cenário imposto pelo Covid-19 e seus desafios, que vão muito além dos negócios e impactam negativamente a vida de milhões de brasileiros, a CBA B+G e sua equipe decidiram utilizar sua expertise e ferramentas para solucionar questões sociais nascidas na crise, com foco na população mais necessitada.

Especializada em branding, pesquisa, inovação e design, a agência iniciou o projeto #GaleraQueFaz, usando suas ferramentas proprietárias, parcerias e capital humano para minimizar o impacto do Coronavírus a quem tem menos recursos.

O melhor do marketing social está aqui.       

Com squads montados por profissionais de diferentes expertises e departamentos, usando a metodologia de trabalho em sprint, a operação pretende encontrar um problema diferente e sua solução a cada nova semana, realizando processos semelhantes aos utilizados para seus clientes – passando pelas etapas de identificação, desenho de potenciais soluções, escolha da mais adequada, desenvolvimento de protótipo, teste e validação.

A primeira entrega do #GaleraQueFaz teve a comunidade de Heliópolis como foco. Em parceria com a Unas (União de Núcleos, Associações dos Moradores de Heliópolis e Região), a equipe identificou um enorme ruído de comunicação dentro da comunidade, tanto pela falta de acesso às informações quanto pela linguagem utilizada pelas autoridades – fazendo com que grande parte do público não compreendesse os reais riscos e a gravidade do Covid-19

Por meio de amplo processo de pesquisa e análise de redes sociais, a CBA B+G chegou ao #paporetocovid19, em cocriação com o time da associação.

“Heliópolis tem 200 mil habitantes, é quase uma cidade, e percebemos junto com o time da Unas que a informação sobre o Coronavírus não estava chegando ou sendo entendida pela maioria. Nosso trabalho foi não apenas encontrar a linguagem escrita e visual ideal para esse público, mas também as melhores formas de impactá-lo.”, explica Artur Cunha, designer sênior da CBA B+G e líder do projeto que envolveu profissionais das áreas de criação, negócios, financeiro e operações. 

“Vimos que as redes sociais seriam extremamente estratégicas, mas a rua também era um canal importante, já que muita gente estava saindo de casa. Chegamos então a mensagens que poderiam ser aplicadas e adaptadas tanto para o ambiente digital quanto para cartazes físicos.”, complementa.

O squad dedicado ao projeto desenvolveu 15 mensagens iniciais, com conteúdo informativo sobre os riscos, formas de contaminação e maneiras seguras de evitar o contágio, além da sugestão de estratégia para veiculação. 

Acionando fornecedores parceiros, também foram produzidos e impressos 300 pôsteres e faixas, espalhados em pontos específicos e de grande circulação dentro da comunidade.

“Junto com a Unas, encontramos não só os termos ideais para a comunicação com a comunidade, mas também adaptamos as mensagens à realidade atual. Apesar da quarentena decretada, ainda aconteciam bailes e aglomerações específicas, que ganharam uma mensagem dirigida e com a linguagem adequada, sem clichês ou apropriação cultural.”, reforça Natali Fortes, executiva de negócios da CBA B+G e integrante do squad.

“Usamos as redes sociais da Unas como canal principal, tanto em postagens no Facebook e Instagram, quanto em grupos e WhatsApp. Uma delas, em um dia em que estava acontecendo uma grande aglomeração, recebeu um número enorme de interações, o que ajudou no reforço da mensagem. Vimos que a galera entendeu e gostou do conteúdo ao perceber a grande quantidade que repostou e reencaminhou em suas próprias redes, aumentando bastante o alcance.”, reforça Douglas Cavalcante coordenador de comunicação da Unas e parceiro do projeto.

Nova fase

Após a aplicação e resultados positivos deste primeiro momento, o time responsável já planeja uma segunda etapa, baseada nos aprendizados da realização inicial. 

“Descobrimos novas formas de comunicação que produzem alto impacto por lá, como carro de som – especialmente com mais gente dentro de casa. Com isso, estamos conversando com artistas influentes de Heliópolis para gravarem áudios com as mensagens, que também ganharão mais visibilidade por compartilhamento no WhatsApp.”, complementa Cunha, da CBA B+G.

Pensado para Heliópolis, o #paporetocovid19 também já está sendo adaptado e replicado em outras comunidades, graças à repercussão positiva, em locais como Campo Limpo, Capão Redondo e Mauá. 

A partir das próximas semanas, novos squads com profissionais da CBA B+G passam a identificar e doar parte de seu tempo (pessoal e de trabalho) para outras questões, como o projeto “Quarentena sem Fome”, que tem como foco auxiliar na garantia e distribuição de refeições prontas, especialmente para famílias com filhos que costumavam se alimentar nas escolas.

 

Tags: Responsabilidade Social | São Paulo | Coronavírus | Covid-19 | Heliópolis