Canal
Mkt Social

Avellar seu une à AACD para criar estratégias de impacto

Por: Redação. 28 de Agosto de 2020

A agência Avellar , especialista em comunicação e negócios, criou uma iniciativa para ampliar a atuação em impacto social, no conceito do setor 2.5, um formato híbrido a partir da união de empresas e entidades sem fins lucrativos.

O primeiro desafio já  teve início e busca ampliar o alcance digital da Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) e ajudar a garantir a estabilidade financeira da entidade ainda em 2020.

O melhor do marketing social está aqui.  

Leia também: AACD e SBT se unem e criam maca estilizada.

Referência em ortopedia e reabilitação de pessoas com deficiência e necessidades ortopédicas, a AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente) completa este ano 70 anos. 

Nos últimos dez, foram mais de 10,5 milhões de atendimentos, a maior parte deles via SUS, ou seja, sem nenhum custo direto aos pacientes.

Diversos eventos estavam marcados para celebrar a data este ano, mas por conta da crise generalizada provocada pela pandemia do novo Coronavírus, muitos deixaram de ser realizados, o que impactou diretamente na saúde financeira da instituição.

A parceria vai aumentar a difusão das campanhas da AACD nas redes sociais com apoio da agência fundada por Rapha Avellar. Com base nesse modelo, a equipe será responsável pela digitalização da instituição, utilizando ferramentas para a divulgação da marca e aproveitando o alcance de influenciadores, artistas e uma rede de multiplicadores para atingir a meta de doações deste ano, que subiu de R$ 80 milhões para R$ 130 milhões.

Foco no combate ao capacitismo

O conteúdo produzido pela Avellar ao longo dos próximos meses será focado em gerar uma reflexão sobre o capacitismo, ou seja, o preconceito contra pessoas com deficiência.

Esse tipo de discriminação ainda é pouco conhecida, e, assim como os outros, são velados e estão presentes até mesmo nos discursos de tentativas de inclusão.

Uma pesquisa realizada pelo Ibope, em São Paulo, aponta que pessoas com deficiência ainda sofrem preconceito no trabalho. Segundo o levantamento, cerca de 69% dos entrevistados afirmaram que já vivenciaram ou presenciaram algum tipo de discriminação por sua condição.

A ideia é utilizar o protagonismo da AACD na causa para gerar conteúdos e discussões a respeito do capacitismo e demonstrar, por meio de histórias reais, que pessoas com deficiência podem realizar quaisquer tipos de tarefa.

Tags: Responsabilidade Social | aacd | Agência Avellar | redes sociais da AACD | doações à AACD