Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Ambev cria plataforma para ajudar os ambulantes

Por: Redação.. 9 de Fevereiro de 2021

Em 2021 o Carnaval será diferente, sem festas, multidões e blocos de rua, mas com muita esperança. A Ambev vai ajudar os parceiros que sempre estiveram nas ruas para matar a nossa sede e ter uma folia mais alegre: Os ambulantes.

Sem poder contar com a renda dos dias de Carnaval, a companhia criou para eles, junto com o app Zé Delivery, a plataforma “Ajude um Ambulante”, um movimento para apoiar os vendedores com um auxílio financeiro, diminuindo o impacto das festas que não vão acontecer.

O melhor do marketing social está aqui.       

Leia também: Ambev fecha parceria com FNM para produzir veículos elétricos.

A expectativa é ajudar cerca de 20 mil trabalhadores em todo o Brasil, com um auxílio de até R$ 255 para cada. Para isso, os vendedores devem se cadastrar na plataforma pelo site.

Com a aprovação do cadastro, o ambulante recebe o valor de R$ 150, e, também, um código para distribuir a consumidores, podendo receber R$ 5 a cada vez que o código for utilizado no Zé Delivery, com máximo de 20 usos por ambulante.

Por fim, aqueles que fizerem um curso profissionalizante sobre consumo responsável de álcool disponível na própria plataforma vão receber R$ 5 extras.

“Os ambulantes sempre estiveram com a gente e com os nossos consumidores no Carnaval, e, esse ano, não podia ser diferente. Estamos muito felizes de poder ajudar quem sempre fez parte do nosso ecossistema.”, comenta Jean Jereissati.

O filme que ancora a campanha destaca a caixa térmica, instrumento de trabalho dos ambulantes, em cenários vazios do Carnaval brasileiro: Orla de Copacabana e Arcos da Lapa, no Rio de Janeiro; ruas do Pelourinho, em Salvador; Ouro Preto (MG); e Olinda (PE), além do Largo da Batata, em São Paulo.

A assinatura diz: “O nosso carnaval dentro de casa, junto a quem sempre curtiu com a gente.”

Caso não consiga visualizar clique aqui.

Na internet, as imagens de QR code utilizadas foram geradas a partir de uma evolução da tecnologia, chamada Halftone QR code, que reproduzem imagens e não apenas gráficos. 

Esses códigos levam o consumidor a acessar o site do movimento e identificar os vendedores que ainda não tenham conseguido atingir a meta de 20 códigos que têm direito.

“Além de despertar um sentimento de solidariedade neste Carnaval, muito importante para ajudar trabalhadores que realmente precisam reforçar a renda, a campanha usa a tecnologia do QR code como uma forma de humanizar as vendas, fazendo com que os códigos não sejam apenas elementos gráficos, mas sim imagens de pessoas de verdade, com a capacidade de representar cada um dos ambulantes.”, destaca Sergio Mugnaini, CCO da Sunset.

Carnaval sem folia, mas com esperança

Mesmo sem folia, não vai faltar esperança. Na semana passada, a Ambev anunciou outro destino para as caixas térmicas usadas pelos vendedores ambulantes durante os bloquinhos. 

5 mil unidades vão ser doadas para postos de saúde do Brasil inteiro para armazenar e transportar vacinas contra Covid-19. As caixas térmicas tem capacidade para armazenar 3 milhões de doses simultaneamente.

 

Tags: esponsabilidade-ocial | ambev | ze-delivery | ajude-um-ambulante