Canal
Live Mkt

Live marketing 2020 x 2021 = Realidade e expectativa

Por: Redação. 11 de Janeiro de 2021 07:00

Um novo ano começou, e, com ele, muito se espera, afinal, muita gente riscou 2020 da sua vida, pois ele foi perverso para muitos segmentos, principalmente o de eventos.

O ano de 2020 começou com muitos projetos por parte das agências de live marketing porque o mercado vinha em uma ascendente, com as marcas investindo cada vez mais nesse segmento.

Confira as últimas novidades sobre live marketing aqui.

As últimas novidades do mercado de brand experience estão aqui.

Até março foi tudo bem. As ações de brand experience bombaram nas praias mais famosas do Brasil, e o Festival Planeta Atlântida mais uma vez foi palco do live marketing.

Coca-Cola, Sprite, Renner, entre outras aproveitaram o momento para se aproximar do seu target. O evento aconteceu nos dias 31 de janeiro e 1º de fevereiro.

Em fevereiro, Promoview divulgou a lista dos mais indicados por categoria no Prêmio Live.

O Prêmio Live foi a primeira iniciativa com o objetivo de eleger popularmente, dentro do mercado, os melhores do brand experience (Leia aqui). 

Ainda em fevereiro, a organização do Lollapalooza já começava a divulgar as suas principais atrações para o evento que seria realizado de 3 a 5 de abril, em São Paulo. A edição de 2020 acabou sendo cancelada.

No fim do mês de fevereiro chegou o tão aguardado Carnaval. O cenário é perfeito para ativação de marca. Apesar do governo ter cortado a verba para o evento em algumas cidades, as marcas não perderam a oportunidade de se destacar.

A Skol, sempre presente na festa mais popular do Brasil, e se destacou disponibilizando dez ônibus de forma gratuita para transportar os foliões do Continente para o Centro, e, também para voltar para a região continental de Florianópolis (Veja aqui). 

Marcas como McDonald’s, BMW, Petra Origem Puro Malte, Séphora, Pitú, Vitarella, entre tantas outras realizaram ações de brand experience no Carnaval de Norte a Sul.

Em 2020, o Camarote Salvador, um dos mais badalados do País, comemorou o seu aniversário de 20 anos.

Como nas edições anteriores, o Camarote Salvador manteve em 2020 o sistema all inclusive, e, durante todos os dias de festa, foram consumidos mais de 15.000 litros de destilados, 100.000 latas de energético, 38.000 litros de água mineral e 24.000 latas de cerveja.

Nesses dois meses, além das ações de brand experience realizadas nos grandes eventos, as marcas realizavam diversas ações de marketing promocional, os organizadores das feiras de negócios já estavam com tudo pronto para um ano de grande sucesso (algumas foram realizadas). Não deu.

Março chegou, e, com ele, uma grande reviravolta aconteceu na vida de todas as pessoas ao redor do mundo. Os primeiros casos do Coronavírus (Covid-19) tiveram origem no mercado de frutos do mar da cidade de Wuhan, localizada na China.

As primeiras ocorrências foram relatadas na virada do ano (31/12/2019), e a incidência aumentou de maneira exponencial nas primeiras semanas.

Segundo o Ministério da Saúde, a doença chegou ao Brasil em janeiro, e, só até a primeira quinzena de abril, foram confirmados cerca de 30 mil casos e quase 2 mil mortes. 

No entanto, as proibições de aglomerações de pessoas, ou seja, a não realização de eventos e feiras de negócios começaram a ter restrições mais severas a partir de março.

Houve muita polêmica em torno do assunto, os governos estaduais não entravam em um acordo sobre o que era melhor fazer para combater a pandemia, e, de concreto, só o uso de máscara facial e álcool gel passou a ser obrigatório.

Com o passar do tempo, as cidades tiveram que entrar em quarentena, somente os serviços essenciais poderiam permanecer funcionando. 

A economia virou um caos. Milhares de pessoas desempregadas, empresas fechando suas portas e ninguém sabia o que de fato iria acontecer. Isso aconteceu no mundo todo.

Comunicar nunca foi tão importante e complexo, inclusive para empresas que não cultivavam o hábito de se relacionar diretamente com o consumidor final, mas que concordaram que pessoas estavam no centro de tudo. 

O destaque dessa primeira fase foram as ações de marketing social. Nunca se fez tanto pelo próximo, principalmente os em situação de vulnerabilidade social.

A Ambev foi uma das primeiras marcas a mostrar solidariedade. Com o avanço de casos de contaminação do Covid-19 no Brasil, a empresa, de início, produziu etanol e 500 mil unidades de garrafas PET onde foi envasado álcool gel, que foi doado a todos os hospitais públicos nos municípios de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, onde se concentravam a maioria dos casos da doença até o momento. 

A Ambev também fez a logística para entrega do álcool em gel nesses locais. Foram entregues 5.000 unidades em cada hospital público desses municípios. Veja mais aqui

A Coca-Cola surpreendeu ao cancelar todas as suas campanhas de marketing para investir em ações sociais. E outras marcas também começaram a redirecionar suas verbas para auxiliar os que estavam em situação de vulnerabilidade social.

O mundo todo se uniu, as grandes marcas deram as mãos e o que se viu a partir daí foi uma sucessão de ações de marketing social. Grande parte dos que não perderam seus empregos passaram a trabalhar em home office para evitar o aumento do contágio.

Mas, e o mercado de live marketing? Foi o primeiro a parar e certamente será o último a voltar, no entanto, as agências, passado o ‘susto’ inicial, sem saber se conseguiriam manter suas portas abertas, muitas delas dispensando colaboradores, começaram a se reinventar.

As ‘lives’ começaram a se destacar. As agências de live marketing mudaram sua linha de atuação e recuperaram o fôlego apostando no marketing digital que teve o seu auge de sucesso nesse ano de 2020. 

O ‘Fala Celio!’, iniciativa do Promoview junto com Celio Ashcar Junior, foi realizado durante o pico da pandemia e atraiu milhares de pessoas. 

O programa de entrevistas foi ao ar toda terça-feira durante vários meses, e, você ainda pode conferir no canal do Promoview no YouTube

No entanto, os produtores de eventos ficaram sem chão. Com a proibição da realização das feiras de negócios e eventos em geral, somente a ajuda emergencial do governo já não era o suficiente para a sobrevivência desses profissionais.

Foi quando protestos dos profissionais do mercado de eventos começaram a ocorrer nos quatro cantos do mundo. Eles clamaram por ajuda, afinal, a fonte de renda deles havia sido cortada. 

Mais uma vez o marketing social mostrou a sua força e diversas ações foram realizadas para ajudar, não só o profissional de eventos, como também os donos de bares e restaurantes, que também tiveram suas portas fechadas.

As grandes marcas não se omitiram, criaram alternativas para continuarem se destacando, porém, dessa vez, com ações sociais. Aqui, não tem como destacar apenas uma ou duas. Foram várias que mostraram realmente o seu valor.

O setor de eventos se uniu e começou a encontrar alternativas que fossem além do digital. Eventos-teste começaram a ser realizados em várias partes do mundo e foi possível mostrar às autoridades, tanto da Saúde quanto do Governo, que era possível realizar eventos presenciais com segurança, principalmente, as feiras de negócios.

Foi aí que o Promoview abraçou a ideia da Expo Retomada, a primeira feira de negócios presencial durante a pandemia. 

O resultado foi um sucesso, e, o mais importante, não houve um caso sequer de contaminação pelo Coronavírus durante a sua realização. (Veja mais aqui). 

Promoview também realizou a entrega do Prêmio Live de forma presencial, seguindo todos os protocolos de segurança determinados pela Organização Mundial de Saúde, e, mais uma vez deu tudo certo. 

Infelizmente, quando começamos a ver uma luz no fim do túnel, apesar das festas de Réveillon terem sido canceladas em todo o mundo, assim como o nosso amado Carnaval, o setor de feiras de negócios começava a engatinhar, muitas foram realizadas em alguns países, a disseminação do vírus voltou com força total.

Estamos iniciando um novo ano. Muitas feiras de negócios e alguns festivais de música já têm suas datas marcadas para esse 2021. No entanto, com esse novo surto, todos voltam ao estado de alerta.

Um fato é certo. O mercado de live marketing não se entrega. O marketing digital deve reinar por mais algum tempo, porém, nada irá substituir a magia de um evento presencial. Alternativas serão criadas.

Se 2020 surpreendeu pela criatividade dos profissionais do setor de live marketing, 2021 irá surpreender ainda mais. Podemos não ter as nossas tradicionais ações de brand experience no Verão, mas, com a união de todos, com a chegada da tão esperada e necessária vacina, com certeza o mercado do ‘ao vivo’ vai voltar a todo vapor.

Continue acompanhando nossas publicações diariamente. Promoview segue apoiando o mercado de live marketing e seus profissionais, e, ainda teremos muito a comemorar. É tempo de união, solidariedade e bom senso. Vamos vencer essa batalha. 

Tags: live-marketing | promoview | brand-experience | setor-de-eventos