Canal
Geral

Z da Out Promo fala das suas impressões de Cannes

Por: 0 22 de Junho de 2014

Enquanto a Copa do Mundo rola no Brasil, a criatividade segue gerando novas ideias e aprendizados em Cannes. No dia de ontem (19/06) foi o Brasil Day, um evento paralelo ao Festival onde apenas criativos brasileiros falarão sobre o desenvolvimento do marketing e da comunicação no Brasil. Ricardo Franken, o Z, CCO/COO da OutPromo está lá e contou para Ariane Feijó do Promoview com exclusividade como está sendo a experiência e o que a edição deste ano traz de novo para o mercado especializado de agências promo/live. [caption id="attachment_403527" align="aligncenter" width="560"]outpromo Chofra e Z, representantes da OutPromo em Cannes Lions 2014[/caption] Promoview: Como está sendo a experiência em Cannes 2014? Você já tinha participado antes do Festival? Z: Estou aqui com o Chofra, nosso diretor de Criação, e é a nossa primeira vez em Cannes. A experiência está sendo muito boa e proveitosa. Muita gente interessante, muito conteúdo inspirador. Viemos para ver o que há de novo, trazer referências e conhecer outros profissionais. Muito mais por isso do que pela premiação propriamente dita. Assistimos a quase todos os cases do shortlist e vimos muita coisa legal. Promoview:  A OutPromo inscreveu algum trabalho este ano? Z: Não. Primeiro queremos entender o que o júri leva em consideração e o tipo de case que tem chance de ganhar. Quando formos inscrever nossos cases, queremos fazer de forma correta e certeira. Este ano eu vim com o Chofra, nosso diretor de Criação, ano passado o Ferrari veio com o Neto, nosso VP de Criação e ano que vem esperamos poder mandar uma equipe ainda maior. Nossas pessoas são os nossos maiores assets, e é neles que queremos investir. E, vir a Cannes é uma experiência muito importante e necessária para qualquer profissional da área. Promoview: O que achou do resultado de P&A este ano? Z: De forma geral, os cases que ganharam são muito bons. Lógico que preferíamos que agências especializadas ganhassem. Mas se formos olhar para as outras categorias, como Direct ou PR, vemos que também são ganhas praticamente em sua totalidade por agências de publicidade. E que o tipo de case que ganha é bem parecido. Então, mesmo não concordando com alguns resultados, preciso admitir que são coerentes. Viemos aqui justamente para entender a regra do jogo. Se a regra do jogo é essa, e ela não vai mudar, nós vamos aprender a jogar e quando formos jogar, vamos jogar para ganhar. Esse é o nosso pensamento. Promoview: Uma das coisas que todas as disciplinas do marketing estão buscando é "entrar no diálogo" dos consumidores. Das campanhas que viu em Cannes nestes primeiros dias, conseguiu vislumbrar novas formas de criar estes diálogos? Z: Esse é o drive de boa parte das campanhas. Grande parte delas está transformando o consumidor no seu embaixador. Entrando no diálogo de cada público, e usando as ferramentas adequadas, as campanhas estão conseguindo fazer com que o consumidor deixe de ser apenas um receptor passivo da mensagem, e passe a interagir com ela e disseminar o conteúdo para mais e mais consumidores. E a mensagem que chega por essa via tem muito mais força, além de uma capacidade exponencial de amplificação, tanto on quanto off-line. O meu case favorito não ganhou Leão, só ficou em shortlist. É o Jump with Derrick Rose, da TBWA para Adidas. Ele realmente entrou no diálogo com o target, falando a língua dele. Entregou o produto ao consumidor, usando os valores que a marca vende. Se apropriou do endorsement do atleta de forma totalmente relevante para o público, agregando valor tanto para a marca como para o atleta. Para completar, gera conteúdo on-line partindo de uma ação off-line, tem uma pegada social, mas não se apropria do tema apenas para ganhar espaço e entrega algo relevante para o público consumidor da marca e para aquele que deseja ser. Gerou trial, gerou repercussão, e, acima de tudo, gerou vendas que, no final do dia, é o que as marcas buscam. Achei brilhante: Promoview:  Você considera importante estar presente no Festival? Recomenda a outras agências fazerem este investimento que a OutPromo está fazendo? Z: Sim, considero muito importante. O Festival é muito mais que a premiação. Acho que as agências deviam fazer este investimento. É uma oportunidade de conhecer tendências e pessoas. Acho que vir é proveitoso para qualquer profissional e a agência deve sempre investir na capacitação e no crescimento profissional do seu time. Quanto ao Festival em si, os grandes grupos e agências de propaganda já participam há muitos anos e conhecem bem a dinâmica, as regras e os critérios. Eles criam cases especialmente dirigidos ao Festival. Alguns cases são concebidos já pensando em ganhar um Leão em Cannes. É assim que funciona. Existe o mundo real, com os problemas reais dos clientes e o dia a dia, e existe o mundo do Festival. Às vezes eles se encontram, mas nem sempre. Fazendo uma metáfora com o mundo da moda, é como a moda das ruas e a moda das passarelas.

Tags: