Canal
Geral

<!--:pt-->Woods fica sem Gatorade<!--:-->

Por: 0 14 de Dezembro de 2009

A imagem pública de Tiger Woods começa a ressentir-se dos episódios que se sucederam ao acidente de 27/11, nomeadamente a sua alegada infidelidade conjugal e a possibilidade de estar sob o efeito do álcool e de medicamentos na ocasião do desastre.

[caption id="attachment_39189" align="aligncenter" width="538" caption="Tiger Woods."]Tiger Woods.[/caption] No último dia 10/12 soube-se que a Gatorade, uma marca da PepsiCo Inc., tinha decidido retirar o patrocínio ao jogador. É importante salientar que em março de 2008 a empresa criou uma bebida chamada Tiger Focus. Contudo, o anúncio do fim do contrato entre ambas as partes foi feito dois dias antes do acidente, ou seja, a 25/11, na revista Beverage Digest. O editor da publicação, John Sicher, afirma que soube da notícia em  09/11, segundo a agência Associated Press. O volume de vendas da bebida baixou 34% até outubro. Diretamente relacionada com o acidente está a ausência de anúncios com o golfista no prime time (horário nobre) televisivo nos Estados Unidos desde 29/11, de acordo com dados da empresa Nielsen Co. O último anúncio televisivo de Woods, de 30 segundos, foi o da Gillette Co., emitido  precisamente em 29/11 - quando o escândalo eclodiu -, que passou oito vezes nesse mês. Os rendimentos auferidos pelo número um do ranking mundial, oriundos de patrocínios, começam a ser afectados pelo escândalo. No Davie-Brown Index - índice utilizado por agências de marketing e de publicidade para determinar a capacidade de uma celebridade de influenciar as afinidades do consumidor com a marca e afetar a decisão de compra - o golfista americano desceu do sexto para o 24.º lugar, segundo a Bloomberg. Este índice é composto por 2800 pessoas famosas. Woods recebe 110 milhões  de dólares anuais (cerca de 74 milhões de euros) da publicidade e da participação em torneios. Em junho deste ano, o golfista ocupava o quarto lugar da lista das celebridades mais bem pagas, segundo a revista Forbes.

Tags: