Canal
Geral

Wilson Soderi assume presidência da Ampro Campinas

Por: 0 9 de Junho de 2011

Tomou posse a nova diretoria da Associação de Marketing Promocional, Ampro, Capítulo Campinas. O biênio será presidido por Wilson Soderi, administrador de empresas com MBA em Marketing pela Ohio State University. Atualmente, Soderi dirige o grupo WCR Trade Marketing, empresa do setor de marketing de varejo e terceirização de serviços, do qual é um dos fundadores em 2004. Antes disso, o profissional construiu uma sólida carreira profissional dirigindo empresas multinacionais como Revlon/Bozzano, Bic, Bergamo Industrial, Lego Brinquedos e Polaroid.

Soderi vê no Interior de São Paulo, especialmente a RMC – Região Metropolitana de Campinas, um forte potencial para prática de promoção, porém pouco explorado. “O Brasil terá uma década de ouro em termos de eventos com a proximidade da Copa do Mundo de Futebol, Olimpíadas, Jogos Militares e talvez a Expo Mundial e grandes shows internacionais. Porém quantos terão impacto no interior?”, questiona o novo presidente. Diferentemente do que ocorre com a publicidade, uma vez que a RMC recebe uma parte importante de investimentos publicitários graças aos importantes meios de comunicação da região, o mesmo não acontece no mercado promocional. “Isto representa um desafio muito grande para a nossa gestão, no sentido de estabelecer mecanismos que permitam explorar todo o potencial que a RMC oferece”, avalia Soderi. Além disso, o primeiro ano desta gestão será marcado pelo esforço em recuperar e mobilizar o quadro associativo, reconquistar o prestígio da Ampro junto aos órgãos públicos e à construção do relacionamento entre o associado e as empresas de interesse. A falta de infraestrutura em Campinas não permite a realização de eventos de maior porte. O Aeroporto de Viracopos, por exemplo, é o segundo do País em volume de cargas, mas é apenas o 12º em movimento de passageiros. Soderi avalia ainda que a Campinas e o entorno carece de boas salas de cinema, teatros e arenas que permitam a realização de grandes shows e espetáculos, pavilhões para feiras, entre outros espaços culturais e de negócios, ou seja, atividades que movimento todo o setor do marketing promocional. Em geral, a região é reconhecida por eventos tradicionais como o Festival de Cinema de Paulínia, a Festa do Peão de Jaguariúna, a Expoflora em Holambra, o rodeio de Americana. Estima-se que dos R$ 33 bilhões que o mercado de marketing promocional movimenta 7,5% seja o potencial da RMC. “Campinas representa 1% do PIB nacional, cerca de R$ 20 bi, não podemos renegar o potencial de consumo a eventos sazonais. Assim como a cidade é referência em produção científica, também podemos vir a ser um pólo de atividades culturais”, finaliza o presidente.

Tags: