Canal
Geral

Votorantim inaugura Viveiro em ação idealizada pela People

Por: Redação 8 de Junho de 2016

Um acontecimento de grande significado reuniu convidados e executivos da Votorantim para inauguração do Viveiro de Mudas e o Orquidário do Legado das Águas na Reserva Votorantim em Tapiraí no estado de São Paulo

O evento, criado e organizado pela People, foi realizado no último dia 6 de junho de 2016 e contou com a presença ilustre de Luiz Mauro, do Instituto de Botânica, Araldo Todesco, Prefeito de Tapiraí, Paulo Almeida, da Fundação Florestal e David Canassa, gerente geral de sustentabilidade da Votorantim, além de diretores da Votorantim Energia e também toda a equipe de sustentabilidade da companhia, pesquisadores, apoiadores, autoridades e imprensa.

O Viveiro, que terá capacidade de produzir aproximadamente 200 mil mudas por ano, atuará em três frentes: “restauração florestal”, “aproveitamento econômico” e “espécies ornamentais”.

A ambientação e o espaço onde aconteceu a cerimônia de inauguração foram pensados e planejados para serem sustentáveis, seguindo as diretrizes do projeto. Tais condições  mereceram atenção especial da equipe da People, desde o início do planejamento até a execução. Como resultado os convidados encontraram espaços harmonicos, com ornamentação produzida com mudas do próprio viveiro e destaque para os cenários, compostos por material reciclado e papelão que, ao mesmo tempo, contribuiu com o propósito do Legado das Águas e facilitou toda a operação, logística e desmontagem da estrutura.

A produção de espécies nativas ornamentais é uma iniciativa inédita no Brasil e um dos objetivos do projeto é levar plantas da Mata Atlântica para os centros urbanos, inserindo-as no paisagismo das cidades. Nesse sentido, o Viveiro do Legado das Águas produzirá mudas para arborização urbana e paisagismo, com foco em árvores de pequeno e médio porte e espécies que tenham flores ou folhagem ornamentais para uso em jardins de modo geral, que contemplará bromélias, samambaias, arbustos, trepadeiras e forrações.

“Dentro das 765 espécies de plantas já identificadas no Legado, existem várias com potencial ornamental que podem ser usadas com esse intuito e outras que ainda serão descobertas”, afirma André Nave, da Bioflora, empresa parceira do Legado, que atua na restauração de florestas nativas e trabalha diretamente no projeto do Viveiro.

 

Tags: Sustentabilidade | Sudeste (Brasil) | Campo ou Montanha | Evento Convenção