Canal
Geral

Volvo Ocean Race movimentou Itajaí

Por: 0 25 de Abril de 2012

Superação da meta de público estabelecida pela organização, aliada a ações de sustentabilidade e solidariedade, que devem ser estendidas a outras paradas em próximas edições da Volvo Ocean Race. Essa é a realidade da Parada de Itajaí da maior regata náutica do planeta, que está em sua primeira edição e superou a marca dos 300 mil visitantes até o domingo (22/04), quando os veleiros partiram para Miami. "Quebramos paradigmas e alcançamos nosso grande objetivo, que era garantir uma boa infraestrutura, entretenimento e solidariedade, em um evento totalmente sustentável", diz o presidente do Comitê Central Organizador da Etapa Itajaí, Amilcar Gazaniga, comemorando o sucesso da Parada, que poderá ser a segunda de maior público até agora, perdendo apenas para a abertura, em Alicante, na Espanha. O CEO da Volvo Ocean Race, Knut Frostad, ressalta que a organização do evento, em Itajaí, foi destaque nas últimas etapas da regata. "Itajaí deu um exemplo de como realizar um evento com ótima infraestrutura e organização. Esta é certamente a melhor parada da Volvo Ocean Race, desde que comecei a participar da regata há 20 anos", garante Frostad. A limpeza dos rios e das praias mobilizou mais de 600 pessoas e retirou do meio ambiente mais de oito toneladas de resíduos. As ações do "Plano de Sustentabilidade da Volvo Ocean Race" começaram antes mesmo de a regata chegar a Itajaí. No dia 24/03, em uma das maiores mobilizações da história do município, cerca de 450 pessoas retiraram 6,5 toneladas de lixo das margens e do fundo do Rio Itajaí Açu. Já na ação "Keep the Oceans Clean" (Mantenha os Oceanos Limpos), cerca de 200 voluntários conseguiram retirar aproximadamente 1,5 tonelada de resíduos das praias da região, no dia 14/04. "A equipe da Volvo Ocean Race ficou impressionada com o plano de sustentabilidade do Stopover em Itajaí e com a forma com que a população abraçou o projeto e as ações de mobilização. Já o resultado da ação Juntos Pelo Rio Itajaí, com a limpeza do rio, deixou a equipe emocionada", diz a coordenadora do projeto Keep The Oceans Clean, Jacqui Smith. Outro número que impressiona é o do Centro de Reciclagem da Vila da Regata. Nos primeiros 15 dias do evento, foram encaminhados e separados para a triagem quase nove toneladas de resíduos recicláveis, entre eles plástico, vidro, ferro, papel, papelão e alumínio. Nos primeiros 16 dias da etapa Itajaí da Volvo Ocean Race, que iniciou no dia 04/04, mais de 200 mil pessoas passaram pelos contadores do Centreventos Itajaí e pela Vila da Regata. Mas toda essa movimentação não se limitou apenas à área instalada para a realização da maior regata náutica do planeta. Segundo estatísticas da Associação Empresarial de Itajaí (ACII) as lojas no centro da cidade apresentam um acréscimo nas vendas entre 20 a 30%. "Nos postos de gasolina e estacionamentos, esse índice chegou a 60% e, sem contar os estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços instalados próximos ao evento, que ultrapassam esses índices", disse a diretora Executiva da ACII, Olga Zanella. O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Itajaí, José Dada, informou que o movimento nos restaurantes, principalmente nos finais de semana, esteve acima das expectativas. Para ele, o fato do comércio ter vendido bem ou não tornou-se secundário, pois o objetivo maior foi alcançado: "A mentalidade do povo de Itajaí mudou até o município ser sede de um evento deste nível", afirma o dirigente, quando refere-se à Volvo Ocean Race. O impacto também foi sentido pela rede hoteleira. Muitos hotéis de Itajaí e imediações estiveram com todos seus leitos ocupados desde o início do evento. Foram equipes, visitantes em geral, representantes da imprensa especializada e autoridades do Brasil e Exterior que vieram prestigiar a Parada de Itajaí da Volvo Ocean Race. Também há unanimidade quanto às expectativas de melhoras para a cidade a médio prazo. "O primeiro passo foi dado, não há dúvidas. Somos um povo muito receptivo, caloroso e o espaço que ganhamos será o cartão de visitas de muitos outros grandes eventos, é só cuidar e esperar", assegura Carlos Roberto de Souza, morador da cidade. "A grande mobilização da cidade e região para receber esta etapa da Volvo Ocean Race superou todas as expectativas da organização e, sem dúvida, o legado poderá ser sentido a curto e médio prazos", garante o CEO da Volvo Ocean Race, Knut Frostad. Para o prefeito Jandir Bellini, a cidade, que foi sendo visitada por turistas de todo o Brasil e Exterior, ganhou visibilidade e projeção no País e fora dele. Bellini reforça que, além da etapa Itajaí da Volvo Ocean Race, o espaço físico da Vila da Regata também será palco de muitos outros eventos que criarão frentes de trabalho e prosperidade para Itajaí e região.

Tags: