Canal
Geral

Volta ao mundo para comemorar aniversário da Mercedes Benz

Por: 0 6 de Fevereiro de 2011

Há 125 anos, Karl Benz registrou na Alemanha uma patente para um "veículo com funcionamento de motor a gasolina". Era o surgimento da Mercedes Benz, que está de aniversário esta semana. Mas é claro que em épocas de comportamento ecologicamente correto, uma marca tão respeitada não utilizaria sua conexão com o primeiro automóvel movido a gasolina. Ao invés disso, a marca decidiu investir em uma das possíveis tecnologias que vão substituir este combustível: o hidrogênio.

Para promover o aniversário e a nova tecnologia, três veículos Mercedes F-Cell movidos a hidrogênio partiram de Stuttgart, na Alemanha, para uma volta ao redor do mundo de 125 dias. Se tudo correr conforme o planejado, os automóveis vão cruzar quatro continentes e percorrer 14 países. O ambicioso projeto tem como objetivo demonstrar a viabilidade da tecnologia e estimular a criação de uma infraestrutura para abastecimento de hidrogênio. "A mobilidade elétrica para automóveis deste tipo só pode ser implementada em escala global quando é apoiada por uma rede de estações de abastecimento de hidrogênio", disse o Dr. Thomas Weber, do departamento de investigação  e desenvolvimento da empresa.

"Essa rede de estações de abastecimento tem agora de ser desenvolvida por uma união de forças." Atualmente existem cerca de 200 postos de abastecimento de hidrogênio no mundo e o reabastecimento pode representar o principal desafio em uma viagem como a que a Mercedes vai fazer. Por isso, a marca fez  uma parceria com o Grupo Linde, que irá transportar hidrogênio nos locais de abastecimento do trajeto para garantir a finalização da viagem. De Stuttgart, os carros irão fazer o seu caminho pelo Sul da Europa até Lisboa, e daí vão para Fort Lauderdale, na Flórida. Após uma viagem até a Costa Oeste dos EUA, o carro vai de avião para a Austrália, em seguida para a Ásia, onde os carros serão conduzidos pela China, passarão pela Rússia e, finalmente, voltam à Alemanha.

Dos 125 dias de prova, 70 serão de condução efetivamente - até porque os carros farão mais de 20 paradas para educar e conscientizar o público sobre os méritos da tecnologia utilizada pela Mercedes Benz.

Tags: