Canal
Geral

Rede social corporativa deve crescer na Espanha em 11

Por: 0 28 de Dezembro de 2010

A utilização de redes sociais foi, sem dúvidas, a grande vedete estratégica de 2010 para as marcas. Tanto as possibilidades de utilização, quanto o potencial de atingimento dos targets através de redes como Twitter e Facebook foi amplamente explorado - mas ainda há muito caminho a trilhar em 2011. De acordo com o estudo espanhol Influencia de las marcas en la sociedade 2.0 conduzido pela agência de publicidade NCA numa parceria com a IE Business School, os números de 2010 demonstram que quase metade das empresas não utiliza as potencialidades das redes sociais. As análises foram feitas todas com base no mercado Espanhol, porém servem como ponto de partida para uma série de análises. Na Espanha o percentual de marcas com presença no Facebook é de 60% e no Twitter apenas 50%. 27% das empresas conta com a ajuda de um blogue corporativo para se aproximar dos consumidores. Já no YouTube apenas 34% das empresas estão presentes. Este mesmo estudo apontou dez marcas que se destacam no uso das redes sociais: Mapfre, Mercadona, H&M, Dell, Zara, El Corte Inglés, Vodafone, Carrefour e Gallina Blanca. No quesito comentários positivos, aparecem as marcas de luxo, como Calvin Klein e Ralph Lauren, seguidas das marcas de automóveis, como Mercedes, fabricantes de telefones celulares, com a Nokia e a Motorola, e gadgets tecnológicos, com destaque para Apple e Dell. Já entre as marcas locais com maior índice de comentários negativos destacam-se a Iberia e a Spanair.

Tags: