Canal
Geral

Umbigo do Mundo e @labCorp criam Dádivas da Marca

Por: 0 9 de Abril de 2013

Dois especialistas - Marina Pechlivanis, sócia diretora da Umbigo do Mundo, expert em gifting, e Paulo Voltolino, sócio fundador da @labCorp, especializado em tecnologia aplicada à comunicação - decidiram se unir para criar um índice que zelasse pelos valores corporativos de forma criativa e convergente, considerando tudo o que uma marca oferece. Para eles, Dádivas da Marca chega para inovar o mercado da comunicação, por oferecer às empresas um planejamento estratégico de convergência, com visão sistêmica e índices de resultados, controlados e eficientes, gerados com o que há de mais sofisticado em tecnologia. O produto proporciona um diagnóstico de atuação acompanhado por uma matriz de informações associadas às dádivas ou dons da marca, preparada para ser multiplicada, de forma integrada, em canais como propaganda, vendas, treinamento, varejo, eventos e redes sociais. O objetivo é criar territórios mais proprietários para as marcas, trabalhando na criação de intenções pertinentes que gerem diálogos e expectativas de consumo passíveis de serem atendidas. Os principais benefícios de Dádivas da Marca estão na amplitude de mapear, na criatividade para enxergar e nas possibilidades de definir novos caminhos para uma marca chegar onde quer ou onde nem imaginava que pudesse ir, destaca Marina. Como Surgiu Dádivas da Marca Da inquietude com as fórmulas prontas e nem sempre completas que o mercado oferece. E da convergência de formas de pensar e planejar. Paulo Voltolino, com a visão estratégica de convergência dos meios aliada à tecnologia; Marina Pechlivanis, com o planejamento e a metodologia das dádivas de uma marca. O resultado é um projeto que une inteligência, conhecimento e tecnologia, totalmente focado em estudar comportamentos de consumo, diagnosticar pontos de ativação e reintegrar a comunicação corporativa hoje dispersa em inúmeras plataformas, muitas incontroláveis. “Falta consistência para além das fronteiras do branding, em uma era comportamental cada vez menos centrada em logos; esta lacuna foi nosso estímulo”, diz Marina. E Paulo completa: “O desafio está em transformar esta matriz em uma solução completa, com tecnologia viável, integrativa, flexível e acessível. Uma nova forma de localizar as oportunidades de cada mercado, de cada cliente.” O segredo, de acordo com os sócios desta aliança, está na pertinência e consistência de tudo o que for ofertado (entregas corporativas), nas mais variadas plataformas de comunicação, em todos os pontos de contato. Esse raciocínio serve para tudo: argumentos, relacionamentos, recomendações que podem aparecer em script de vendas, anúncios, uniformes, pontos de venda, web. Ao adquirir conhecimento e implementar o planejamento estratégico de convergência, aplicado à metodologia de Dádivas da Marca e respectivo monitoramento, a capacidade das marcas de “auscultar” o mercado para entender como são percebidas é ampliada. Assim, as empresas podem definir suas estratégias com mais precisão e tomar decisões de forma mais rápida e efetiva, dentro de uma realidade medida ponto a ponto no maior ecossistema possível de valor e de relacionamento com todos os públicos, dos stakeholders ao consumidor final. Para Paulo e Marina, estava na hora de o mercado rever seus conceitos sobre a peculiaridade dos meios, entendendo o quanto cada um pode e deve agregar na construção de marca e na condição de identificar, convencer, se relacionar, reter e fidelizar.

Tags: