Canal
Geral

Uma festa carioca em Londres para o mundo ver

Por: 0 31 de Dezembro de 2012

Publicado originalmente em 04/07/12. Em vários pontos de Londres, bailarinos brasileiros e estrangeiros começam a ensaiar as coreografias que o Rio de Janeiro vai apresentar no encerramento das Olimpíadas de Londres. Tudo em sigilo total, para deixar o público boquiaberto. Como anfitriões das próximas Olimpíadas, em 2016, o Rio de Janeiro terá uma participação especial no final do evento, quando receberá a bandeira olímpica, no dia 12/08. O objetivo é tentar manter em segredo todos os detalhes do que está sendo preparado. Ao todo, são 225 bailarinos, sendo 31 brasileiros que moram em Londres. A convocação dos voluntários foi feita por redes sociais, e cerca de 800 pessoas se apresentaram. Eles foram divididos em grupos de acordo com a coreografia. Apenas nos ensaios gerais, entre os dias 07 e 10/08, no Estádio de Dagenham, toda a coreografia será conhecida pelos bailarinos. [caption id="attachment_209060" align="aligncenter" width="533"] Ensaio dos ritmistas que vão participar da cerimônia de encerramento das Olimpíadas de Londres (Foto: Guilherme Leporace/Agência O Globo).[/caption] A troca de mensagens entre os selecionados e o Comitê Organizador ocorre por uma conta no Facebook restrita aos participantes. A seleção seguiu os rígidos padrões de segurança dos Jogos, com checagem dos antecedentes criminais de todos os voluntários. No caso de brasileiros e de outros cidadãos estrangeiros, era obrigatório que estivessem em situação regular na Inglaterra. "A oportunidade de representar o Brasil numa Olimpíada é inesquecível. Na audição que participei, havia mais de cem pessoas. Tiraram nossas medidas mas não deram detalhes sobre a roupa. Uma coreógrafa brasileira acompanhou a seleção. Foi preciso mostrar muita habilidade", diiz a professora de dança Adriana Neves, que há dois anos vive em Londres e que foi selecionada para um grupo que dançará samba de gafieira. Mas se os brasileiros estão empenhados em guardar segredo, o mesmo não se pode dizer dos britânicos. Responsável pelos shows dos Jogos Olímpicos de Londres, o cineasta Danny Boyle (diretor de “Quem quer ser um milionário”) já antecipou há duas semanas os detalhes de como será o espetáculo de abertura, no dia 29. No Rio, os percursionistas do Grupo Sorri pra Mim (formado por integrantes da Portela) preparam as malas para participar dos ensaios em Londres, a partir do fim deste mês. O mestre de bateria Nilo Sérgio conta que o grupo gravou uma trilha sonora para servir de base para o show. Cumprindo o script do Comitê Rio 2016, ele não adianta qualquer detalhe. Nem mesmo se, além de samba, será apresentado outro ritmo. Fantasias Os preparativos começaram em janeiro com a escolha da direção artística do espetáculo. A tarefa é dividida entre o cineasta Cao Hamburger e a cenógrafa Daniela Thomas. Sem detalhar o que foi criado, eles dizem que pesquisaram cerimônias olímpicas anteriores até chegar ao formato final da apresentação brasileira. A dupla promete ousar e fazer uma festa marcada pela emoção. Cao e Daniela se limitam a dizer que, para facilitar o entendimento, decidiram fazer uma festa com referências à cultura brasileira. "A entrega das bandeiras é um momento de encontro entre a cidade atual e a futura anfitriã dos Jogos Olímpicos. Faremos referências sem repetir velhos chavões sobre o país. Ao contrário do que possa parecer, oito minutos é tempo suficiente para desenvolver um ótimo espetáculo. E o mais interessante é que os ingleses nos receberam muito bem e estão colaborando conosco", disse Daniela Thomas. Por questões de logística e também num esforço para que apenas um ateliê guarde todos os detalhes do figurino, a confeccção das fantasias do estilista Jum Nukao foi distribuída por quatro cidades diferentes. Elas estão sendo preparadas no Rio, em Roma, em Milão e em Londres. Veja o vídeo Fonte: O Globo Rio.

Tags: