Canal
Geral

Um grande ano para os gifts

Por: 0 30 de Dezembro de 2010

O mercado de brindes promocionais não tem do que se queixar em 2010. Os negócios, que normalmente experimentaram um impulso pelo fator copa do mundo, ganharam folêgo extra no último trimestre. Até o momento do recesso - a maioria dos fornecedores parou de aceitar pedidos no dia 15 de dezembro -  empresários procurados pela reportagem do Promoview estimaram  em 15% o incremento médio no ano que termina com empresas faturando até 35% a mais do que nos anos anteriores. Chegou até mesmo faltar mercadoria e matéria prima e emails marketing bem humorados avisavam a "chegada de containers com mais mercadoria". Boa parte deste impulso veio com a ajuda da internet. Com a profissionalização dos sites dessas empresas, muitos deles passando a sites de e-commerce, está se tornando cada vez mais fácil adquirir tais itens promocionais. Os profissionais de marketing, por sua vez, vem ganhando muito com essa expansão e evolução do mercado de brindes, já que podem contar hoje com mais e melhores fornecedores, facilmente encontrados na internet. Outra facilidade com que se pode contar é o fato das empresas fornecedoras de brindes estarem a alcance de qualquer companhia, em qualquer parte do país. A maioria delas dispõe hoje de sites, onde podem expor detalhadamente seus produtos, apresentando opções de cores, formatos, materiais, seus preços, formas de pagamento e condições de entrega. Tudo isso facilita o processo de compra e venda, tornando o negócio mais lucrativo para quem fornece e muito mais prático para quem precisa adquirir os produtos. [caption id="attachment_88204" align="aligncenter" width="557" caption="Mercado de brindes aquecido em 2010 e com boas perspectivas pela frente"][/caption] Os departamentos de comunicação e marketing contam, portanto, com melhores condições para realizar suas compras. A possibilidade de comparar produtos e preços é uma outra vantagem de que se dispõe atualmente. Não é preciso nem mesmo gastar tempo e dinheiro com ligações interurbanas. As consultas e pedidos podem ser feitos rapídamente através de formulários online; dúvidas podem ser tiradas via chat ou e-mail; pagamentos podem ser feitos com cartão de crédito, apenas digitando seus números nas páginas seguras dos fornecedores. "Estamos redimensionando nossos investimentos e já acontece uma migração dos anuncios impressos e participação em feiras para o virtual. O negócio virtual dá mais retorno com menor investimento " declarou ao Promoview um empresário do ramo. Tudo isso é favorável à expansão do mercado de promoções, que é parte fundamental no marketing das empresas. Saem ganhando todos os profissionais envolvidos no processo, além do próprio mercado como um todo que se torna mais dinâmico e profissional. Os fornecedores que não se mantiverem alinhados aos avanços da tecnologia da informação certamente ficarão defasados com relação ao que os demais vem fazendo, podendo até mesmo desaparecer do mercado em pouco tempo.

Tags: