Canal
Geral

Corumbá aposta no turismo de negócios e lazer

Por: 0 3 de Setembro de 2012

O turismo representa o quinto principal produto na geração de divisas em moeda estrangeira para o Brasil. O leque de ação no mercado brasileiro é extremamente amplo passando pelo turismo de férias, o cultural, o de negócios e desportivo, além do turismo de saúde e religioso. Na verdade, determinadas cidades se queixam da irregularidade do fluxo turístico. É justamente porque há, antes de tudo, o mister de se realizar um estudo da demanda turística envolvendo dados das características da elasticidade, sensibilidade e a sazonalidade local. [caption id="attachment_220582" align="aligncenter" width="560" caption="Chapada dos Veadeiros (GO)"][/caption] Posteriormente a isso é que se pode desenvolver uma Política de Turismo compatibilizada com os padrões estabelecidos nas várias esferas, visando a preservação e conservação dos recursos naturais, dos monumentos históricos e das manifestações culturais. É neste particular, que surge a importância do turismo de eventos para Corumbá e Ladário, posto que a sazonalidade e inconstância da demanda é uma característica do produto hoteleiro, em virtude dos meios de hospedagem sofrerem os impactos dos períodos fracos. A história daquele rincão é rica e o Arraial do Banho de São João, por exemplo representa a valorização e o resgate das tradições folclóricas e da cultura popular que se manifestam por intermédio das rezas e crenças, cujas raízes estão presentes no sentimento e na alma do povo corumbaense. [caption id="attachment_220587" align="aligncenter" width="560" caption="Arraial Banho de São João."][/caption] Em Corumbá; ficam atracados 52 barcos-hotéis e seus hotéis e pousadas disponibilizam quatro mil leitos, sendo considerada  um dos centros mais adiantados do Estado de Mato Grosso do Sul para eventos e lazer. A pesca no Rio Paraguai e o Carnaval, além do Festival da América do Sul (com intérpretes,músicos e instrumentistas de vários países), constituem datas extremamente marcantes, fazendo o local ser conhecido como a cidade  que mais sedia festivais e exposições em todo o Estado, utilizando o Centro de Convenções do Pantanal e o Parque de Exposição Belmiro Maciel de Barros. Corumbá e Ladário possuíram o maior porto fluvial da América Latina e também já são um dos mais importantes centros comerciais do Centro-Oeste entre 1880 e 1930. [caption id="attachment_220588" align="aligncenter" width="560" caption="Rio Paraguai"][/caption] Em função deste clima de história no ar, Corumbá é um celeiro de pessoas voltadas à cultura e à literatura. Prova disso é a posse do acadêmico Henrique Medeiros, nascido em Corumbá na Academia Sul-matogrosssense de Letras, na cadeira nº 10, usada por José Manuel Fontanillas Fragelli, que também nasceu em Corumbá em 1915 e chegou a ocupar a cadeira de Presidente da República. Evidentemente ainda há a imperiosa ação de desenvolver e apoiar ações integradas e marketing que resultem em uma identificação clara de Corumbá como destino turístico, promovam sua imagem nos mercados emissores e valorizem seus produtos, através de campanhas promocionais, propaganda, promoção e divulgação nos mercados e adoção de uma política pró-ativa com a mídia. Fundamentalmente investir na 'humanização' da localidade, estimulando o plantio de árvores nativas, a criação de parques e praças, instalação de trilhas planejadas para caminhadas em áreas verdes; fomentar a educação ambiental de crianças, jovens e adultos, além da criação de áreas protegidas por lei que possam ser utilizadas para fins turísticos. [caption id="attachment_220602" align="aligncenter" width="560" caption="Ipês Roxos."][/caption] Assim fazendo, é possível criar uma nova perspectiva de distribuição de renda gerada pela atividade turística, compreendendo-a como uma cadeia produtiva, abrindo novos postos de trabalho com reflexos diretos na economia, atrelando o turismo de eventos no bojo de um segmento da atividade turística efetivamente saudável, constante, criativa e eficaz. Fonte: Horizonte MS

Tags: