Canal
Geral

Time Peugeot Total participa de uma competição na China

Por: 0 28 de Agosto de 2015

O time Peugeot Total vai participar de uma das competições mais importantes visando a preparação para o Dakar 2016. A equipe marcará presença no Grande Rally da China e para, isso, os carros estarão nas mãos de duas equipes francesas, que esperam por desafios históricos. O codinome interno que identifica os dois Peugeot 2008 DKRs que competirão na China é “2008 DKR 2015+”, em alusão ao número de evoluções conquistadas na disputa do Rally Dakar e que marcou o envolvimento da marca depois de 25 anos na clássica corrida de cross-country. As mudanças mais notáveis dizem respeito à suspensão e ao motor, assim como a introdução do novo pneu Michelin.

Fotos: Flavien Duhamel/Red Bull Content Pool.
[caption id="attachment_480510" align="aligncenter" width="562"]Peugeot na China Preparação realizada em Marrocos.[/caption] Essa especificação é uma versão provisória do carro que disputará o Dakar 2016. Ele inclui uma série de modificações testadas no início do ano no Marrocos, e a entrada de dois carros no Rally Silk Road da China marca uma importante etapa no programa de desenvolvimento do Peugeot 2008 DKR. “Esta competição será um ensaio geral em escala reduzida para o Dakar.” disse campeão da prova mais difícil do mundo e novato no Rally Silk Road da China, Stéphane Peterhansel. “É uma grande oportunidade para a equipe, porque será o teste mais longo que faremos replicando as condições que enfrentamos na América do Sul. Algumas estradas são até muito parecidas." Cyril Despres, um piloto francês que deu uma guinada em sua carreira no ano passado, acredita que a experiência adquirida na China vai ajudar a se familiarizar na competição de quatro rodas após uma brilhante carreira – e cinco vitórias no Dakar – nas motos. Ele também vê a chance de se entrosar com seu novo navegador, David Castera, que também necessita se acostumar em um papel diferente. “Tenho ainda muito a aprender sobre a condução de um carro no Dakar, e David tem ainda mais que eu.” observou Despres. “Acho bom que possamos nos ajudar e aprender juntos. Precisaremos crescer como equipe e eu tenho confiança plena nas habilidades dele.” [caption id="attachment_480509" align="aligncenter" width="562"]Peugeot na China 2 Time Peugeot Total: Cyril Despres, David Castera, Jean-Paul Cottret e Stephane Peterhansel.[/caption] David Castera já disputou o Dakar inúmeras vezes em duas rodas, com um terceiro lugar em 1998. “Eu nunca imaginei que seria o navegador de Cyril.” disse. “Pensei que ele estava brincando quando sugeriu a ideia. É apenas um jeito diferente de ser competitivo, coisa que sempre fui. É um novo desafio e mal posso esperar.” O Rally Silk Road da China começa em Xi’an, antiga capital da China. A rota, traçada pelo ganhador do Dakar e organizador Hubert Auriol, levará as equipes para a Grande Muralha da China, por vastos desertos áridos e imponentes dunas de areia. Também seguirá os passos de Marco Polo por um território montanhoso e ainda por florestas densas. A distância total de 6.500 quilômetros é dividida em 13 etapas e visitará cinco diferentes províncias: Shaanxi, Ningxia, interior da Mongólia, Gansu e Xinjiang. Para a equipe Peugeot Total e a Red Bull, o evento será um teste-chave, como explica o diretor da Peugeot Sport, Bruno Famin: “O principal objetivo de ir para a China é continuar o desenvolvimento do carro e testar outras peças no ambiente da competição. Ao mesmo tempo, a China é um mercado extremamente importante para a marca, por isso não perderemos a oportunidade de brilhar, caso ela surja, nesse cenário magnífico.”

Tags: