Canal
Geral

Souza Cruz patrocina criação de comunidades sustentáveis

Por: 0 24 de Abril de 2012

Com patrocínio da Souza Cruz, foi lançada na última quinta feira (19/04), a Frente de Agricultura Urbana Orgânica nas comunidades dos morros Babilônia e Chapéu Mangueira, no bairro do Leme, Zona Sul do Rio de Janeiro. Desenvolvida pelo Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (Cebds), a iniciativa é uma das sete frentes de ação do Rio Cidade Sustentável, que tem como meta criar um modelo de comunidade sustentável para outras localidades, dentro e fora do País. O projeto conta, também, com a parceria da Prefeitura do Rio e do Governo do Estado. [caption id="attachment_189993" align="alignleft" width="560" caption="Morro Babilônia - RJ"][/caption] Com o objetivo de gerar renda para a comunidade e melhorar a alimentação dos moradores por intermédio da produção de orgânicos em áreas comunitárias e lajes das casas, a Frente de Agricultura Urbana Orgânica investirá na capacitação da população local. Estão programadas oficinas em implantação e manutenção de hortas urbanas e de preparação de alimentos. Os alunos são moradores das comunidades que, com o auxílio de corpo técnico especializado, durante cinco meses terão lições sobre todos os aspectos que envolvem o cultivo de orgânicos, nas lajes e quintais de suas casas. [caption id="attachment_189996" align="alignleft" width="560" caption="Morro do Chapéu Mangueira, no Bairro do Leme, Zona Sul do Rio. (Foto: Carolina farias/R7)"][/caption] Para o gerente de Assuntos Corporativos da Souza Cruz, Daniel Preto, “É muito gratificante fazer parte deste projeto e, ainda, patrocinar uma Frente que está diretamente ligada à estratégia de sustentabilidade da Souza Cruz”. De acordo com ele, um dos compromissos da empresa é, justamente, “Desenvolver iniciativas responsáveis em toda a nossa cadeia produtiva e investir nas comunidades inseridas nos locais onde atuamos, seja no campo ou na cidade". Durante a cerimônia de inauguração do projeto, ele presenteou todos os alunos com mudas de plantas que serão cultivadas. “A Souza Cruz trabalha há mais de cem anos com a agricultura no meio rural; agora queremos trazer essa experiência para o meio urbano", ele disse. Esta é mais uma ação que confirma a tradição da Souza Cruz na disseminação de práticas sustentáveis. Há alguns anos, a empresa desenvolve programas como o 'Milho e Feijão Após a Colheita de Tabaco', 'Propriedade Sustentável' e 'Reflorestar'. Enquanto o primeiro, em parceria com governos estaduais e entidades do setor de tabaco, aproveita a adubação residual para garantir a proteção do solo e o aumento da renda familiar das propriedades rurais, os demais investem, respectivamente, no planejamento financeiro e de atividades de pequenas propriedades fumicultoras e na plantação de mudas de árvores exóticas e divulgação de técnicas para a prática de reflorestamento por produtores integrados à Souza Cruz.

Tags: