Canal
Geral

Sorte de mais sorte

Por: 0 26 de Abril de 2011

Sabemos que ninguém decide comprar um determinado produto porque viu na televisão que ele está oferecendo o sorteio de casas ou de carros. No entanto, não é difícil perceber que trabalhar com sorteios de prêmios é sim um bom fator de desempate na hora de escolher um ou outro produto. A verdade é que, com produtos cada vez mais semelhantes – ou iguais, ferramentas promocionais se tornam um bom diferencial para a escolha do consumidor. Na hora do “pega”, o sorteio de algumas dezenas de prêmios podem sim decidir uma compra – planejada ou não.

Porém, em datas comemorativas ou especiais, sorteios se tornam ferramentas tão presentes nos pontos de venda, que acabam perdendo seu diferencial. Como exemplo cito o mês que antecedeu a última Copa do Mundo de Futebol. Lembro que neste período a grande maioria das marcas de aparelhos de televisão ofereciam um prêmio diferente ao seu consumidor. Ou seja: sorteio passou a não ser mais um diferencial, mas item de fábrica. Ainda assim, acredito muito nesta ferramenta e a utilizo sempre que aparece uma boa oportunidade. Com ela é possível trabalhar de forma adequada as características ou conceitos dos produtos ofertados, além de garantir um bom motivo para novos enxovais para comunicação promocional no ponto de venda. Entretanto, me preocupo cada vez mais com a semelhança entre as campanhas que vejo nos pontos de venda. Normalmente fogem pouco (ou nada) do lugar comum. Em grande parte, o motivo destas “coincidências” se deve a verdadeira camisa de força que a legislação promocional oferece aos criativos. O Dia das Mães está aí, e logo depois o Dia dos Namorados. São ótimas ocasiões para trabalhar com a ferramenta. O que será que encontraremos?

Tags: