Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Skate como modalidade Olímpica

Por: Redação. 21 de Setembro de 2021

O Skate é certamente um dos esportes mais comuns no meio da comunidade jovem e em decorrência da última Olimpíada vem ganhando cada dia mais visibilidade, assim como adeptos à modalidade.

Durante as olimpíadas, as casas de apostas brasileiras que não possuíam cotações para o Skateboarding aproveitaram para trazer palpites muito bons, inclusive para outros campeonatos também, não deixe de dar uma olhada no site www.melhoresapostas.com!

No final do ano de 2020, o Comitê Olímpico Internacional (COI) incluiu quatro esportes na programação das Olimpíadas, onde três entraram para essa temporada passada, que foram escalada, surfe e skate e o break dance que entrou para a próxima temporada em Paris-2024.

No entanto, infelizmente por ter se utilizado de um processo de desburocratização para a adição de esportes novos nas Olimpíadas, tornou-se necessária a revisão do esporte a cada edição.

Desempenho do skate brasileiro na ultima olimpíada estimulou a prática da modalidade - Imagem: Divulgação/COB

Como um esporte é inserido nas Olimpíadas?

Para que um esporte fosse considerado olímpico antigamente, havia um longo e burocrático caminho a ser seguido que, no entanto, é necessário até hoje para que a modalidade se torne permanente.

Primeiramente era necessário que a atividade fosse reconhecida como esporte pelo COI e pelas Federações Esportivas Internacionais. A partir desse ponto, é obrigatório que o esporte abrace a Carta Olímpica, que nada mais é do que a Constituição dos Jogos propriamente dita, além de se comprometer com o código do antidoping.

Segundo a Carta, para um esporte ser considerado olímpico, ele precisa ser praticado por mulheres em pelo menos 40 países em 3 diferentes continentes e por homens em pelo menos 75 países e em 4 diferentes continentes.

Todavia, durante a última década, o Comitê Olímpico Internacional (COI) tenta modernizar a legislação a partir de programa denominado Agenda Olímpica 2020, onde os jogos de Tóquio tiveram a experiência em primeira mão da desburocratização para a adição de esportes novos.

Para que o tempo de espera e perigo de não aprovação não sejam tão grandes, agora o próprio país-sede tem a possibilidade de solicitar a inclusão de novas modalidades na temporada que irá sediar.

Dessa maneira, esse processo ocorre de maneira bem mais rápida, entretanto as modalidades podem acabar se tornando temporárias, sendo necessária a revisão do esporte a cada temporada pelo comitê organizador de cada sede.

A juventude do Skateboarding

Infelizmente durante muito tempo o skate durante foi deixado de lado por consequência de preconceitos que o consideravam como parte de uma cultura marginal urbana.

Todavia, diante da nova postura do COI, oposta à opinião anterior, agora ele é visto como um esporte jovem, que atrai públicos de todas as idades, mas principalmente crianças e adolescentes. E, como disse Thomas Bach, presidente do COI, eles precisam ir atrás dos jovens para incentivá-los ao esporte. Assim sendo, sua transmissão em redes de televisão trouxe à modalidade uma grande visibilidade.

Quando pensamos em Brasil, a cultura do skate já é intrínseca e está enraizada na nossa cultura há muito tempo, assim como no Japão, os dois maiores beneficiados do esporte nas Olimpíadas de 2021. No entanto, também não podemos nos esquecer dos Estados Unidos, pioneiros para que o esporte se popularizasse. 

Tags: skate | apostas | olimpiadas