Canal
Geral

Sinapro a Abap em luto pelo falecimento de Eloy Simões

Por: 0 11 de Agosto de 2014

A propaganda catarinense amanheceu no dia 08/08, sem um sorriso sereno que só os sábios têm. Faleceu às 06h50, em Piracicaba (SP), Eloy Simões, aos 78 anos de idade, depois da luta travada contra um câncer. Internado há 40 dias, Eloy sofreu uma parada cardíaca. O Sindicato das Agências de Propaganda de Santa Catarina, Sinapro-SC e a Associação Brasileira das Agências de Propaganda, Abap-SC se solidarizam  com os familiares e amigos nesta hora de triste despedida. Eloy Simões integrava o Conselho de Ética do Sinapro-SC, foi membro do Conselho de Ética desde a sua fundação, na gestão de Daniel Araújo, como presidente do Sinapro. Há mais de 20 anos escolheu Santa Catarina para viver, trazendo sua rica experiência do mercado de São Paulo. Eloy Simoes 1 Autor do Livro Bordões, Slogans & Conceitos, pela Editora Unisul, o publicitário, jornalista e professor no curso de Comunicação da Unisul – Universidade do Sul de Santa Catarina Eloy Simões era uma espécie de guru do setor. Passou pelas mais importantes agências de publicidade em São Paulo, no Rio de Janeiro, Caracas, Santiago do Chile, Vitória e Florianópolis. Um slogan que marcou sua carreira em comerciais famosos foi o de Chokito, da Nestlé: “Leite condensado, caramelizado, com flocos crocantes e coberto com delicioso chocolate Nestlé”. Eloy Simões foi redator, diretor de criação, diretor de operação e assessor de imprensa. Estruturou e dirigiu, durante três anos, a Departamento de Marketing do S. Paulo F.C. Formado em Jornalismo pela Cásper Líbero, em São Paulo, lecionou em importantes instituições de ensino na área, como ESPM, Fundação Brasileira de Marketing, entre outras. Na Grande Florianópolis, foi professor da Unisul, no curso de Publicidade e Propaganda. Eloy Simões participou da criação dos Prêmios Colunistas, Microfone de Ouro para a Acaert de Rádio e do Troféu Pena de Ouro para a Adjori. eloy simoesLaudelino José Sardá, colega no corpo docente da Unisul e amigo de Eloy escreveu“Falar de publicidade era a sua paixão. Alguns o qualificavam de espírito quixotiano. Sua raiva abominava as péssimas publicidades, que o levava a acusar escolas superiores de formar “profissionais sem cachola”. E via no uso escancarado de artistas de novela em publicidade uma forma de ofuscar o produto, a marca.” A presidente do Sinapro-SC, Rosa Senra Estrella destaca a firmeza ética e o conhecimento de Eloy. “Os que ele formou sempre farão a diferença no mercado e os que com ele tiveram a oportunidade da convivência no trabalho sentirão imensa falta de sua lucidez e inteligência.” O presidente da Abap-SC, Daniel Araújo, conta que Eloy Simões fez da D/Araújo a primeira agência catarinense com diretoria de Planejamento, quando chegou ao Estado logo após ter sido diretor de Planejamento da Young & Rubicam. “Bastou uma reunião de uma hora com ele para eu contratá-lo. Eloy foi o primeiro publicitário a vir de São Paulo para cá, a dividir a sua experiência com o nosso mercado e nós devemos a ele a qualidade que hoje temos na propaganda catarinense.”

Tags: