Geral

Geral

Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Sem título, Flamengo perde patrocínio da Sky no basquete

Por: 0. 6 de Julho de 2011

Quarto lugar da terceira temporada do Novo Basquete Brasil (NBB), o Flamengo perdeu o patrocínio da Sky. Após deixar o vôlei do Pinheiros neste primeiro semestre devido à falta de títulos, a empresa de telecomunicações optou por não renovar o contrato que mantinha com o basquete flamenguista, que agora busca substitutos.

O clube carioca, cujo basquete representa a segunda modalidade em termos de investimento e retorno de mídia, esteve muito próximo de fechar aporte na última semana, mas a companhia interessada pela propriedade recuou ao saber que teria de ser aprovada pelo conselho deliberativo, algo obrigatório para todo negócio.

Agora, sem negociações em fase avançada, o Flamengo partiu em busca de outras empresas dispostas a bancar os custos da equipe de basquete. A temporada 2011/2012 do NBB já tem garantidas as presenças de Olympikus, cujo contrato expira apenas em dezembro de 2014, e BMG, com acordo válido por mais uma edição do torneio.

Uma das possibilidades cogitadas pelo departamento de marketing flamenguista é oferecer cotas relacionadas também ao futebol. A patrocinadora, por exemplo, ganharia exposição na camisa do basquete do clube, mais determinadas propriedades do futebol. Em hipótese otimista, o espaço máster do futebol poderia incluir o basquete.

"Nós estamos seguindo o mercado e analisando possibilidades, e unir basquete ao futebol é algo que nos parece ótimo", analisa Alexandre Franklin, gerente de marketing do Flamengo responsável por gerir a equipe de basquete. O futebol, vale lembrar, segue sem patrocínio máster desde o fim de dezembro do ano passado.

"Se houver parceiros que se comuniquem com ambos os públicos, que consigam fazer um grande investimento, é uma alternativa viável, até porque estamos próximos das Olimpíadas", acrescenta o dirigente. Oferecer a visibilidade de Ronaldinho Gaúcho e Marcelinho no mesmo pacote, conclui ele, seria interessante a ambas as partes.

Tags: