Canal
Geral

Sem comentários…

Por: Dil Mota 31 de Agosto de 2020

Todas as segundas-feiras, quando minha coluna é publicada no Promoview, eu corro pra vê-la, relê-la mais uma vez, e, por fim, dar uma olhadinha lá no finalzinho pra ver se tem algum comentário. 

Faço isso mais algumas vezes no dia, no dia seguinte e depois relaxo. Afinal, se os comentários não aparecem ali, isso não significa que o texto não foi lido.

Mas se tem algo que eu sempre agradeço ao Promoview, é a liberdade em escrever o que eu quero, inclusive o quanto quero, apesar de já terem me ensinado a quantidade de caracteres ideais e eu, apesar disso, digamos… deixo minha liberdade poética ditar esse ritmo e volume. 

Eu me sinto muito bem em escrever, faz bem pra alma e recomendo, mas claro que como qualquer produto de inspiração e algo de artístico, a gente às vezes foca muito na importância da expressão, mas é bobagem das grossas achar que ninguém espera saber se foi visto, comentado, discutido ou pelo menos se teve um like.

Os textos são normalmente escritos entre sexta-feira e domingo, muitas vezes enviados aos 49 minutos do segundo tempo, e também compartilhados no LinkedIn e no Facebook. 

Eles se juntam ao Projeto #goodnews, que compartilha 30 notícias boas diariamente (10 por período), a “Pauta do Dia” – uma dica para um dia melhor e normalmente sugerida pelos leitores, e a live “Propaganda boa pra todo mundo”, feita em conjunto com o amigo e uber profissional Júlio Andery: um “coolworking” do bem – que busca reunir profissionais, pequenos e médios negócios e interessados em discutir práticas positivas e gerar um ecossistema de ajuda mútua.

Mas não sejamos hipócritas, é óbvio que comentário bom faz bem e confirma que estamos em um bom caminho. Da mesma forma que algo mais crítico nos faz refletir e ajustar, mas não ter nenhum e nem outro é como fazer um show sem plateia, ter um jogo de futebol sem público, uma corrida de F1 sem arquibancada cheia ou fazer uma exposição em museu fechado. 

Ok, tudo isso tá acontecendo agora mesmo para mantermos as coisas acontecendo com segurança, em meio à quarentena e com todos participando de tudo isso, porém à distância e de uma forma remota.

Mas se tem algo que eu aprendi nesse período foi “dar like”. Eu percebi que via muitas coisas, gostava de outras tantas, mas simplesmente não apertava o iconizinho que poderia indicar para quem postou que eu tinha um comentário a fazer: Eu gostei! 

Na medida do possível também comecei a comentar mais o que eu via, pois entendi que isso também é necessário. Se o “show não pode parar” (seja ele qual for), a interação entre quem faz e quem assiste, entre quem escreve e quem lê, quem explana e quem assiste, quem apresenta e quem dá audiência e entre quem ensina e quem aprende, pressupõe no mínimo uma câmera aberta, usar o microfone quando necessário e buscar os sinais possíveis e imagináveis deste momento para indicar sinergia, compreensão, entendimento, conexão e principalmente empatia e comunicação.

Calma, isso não é uma reclamação, mas na realidade é toda uma introdução para fazer uma homenagem a todos os leitores, inclusive os que leem sem deixar pistas, os que curtem sem se expressar, os que “quase compartilham” e a todos que, mesmo com esse “anonimato”, ainda são um público que eu gosto, curto, me conecto, admiro e que eu tenho sempre como um grande alvo e inspiração.

São para quem e por quem eu escrevo, principalmente hoje, e feliz, porque comemoro o meu 100º texto publicado na minha coluna do Promoview.  

Veja todos os textos de Dil Mota aqui

São dois anos de textos semanais, inspirados pelos assuntos mais diversos, homenageando por meio do #MTT (MondayToThank) pessoas incríveis que fizeram, fazem e farão sempre a diferença na minha vida. E nem acho que citei todas ainda, mas cabem todas, inclusive você.

E hoje, pra diferenciar, vou fazer um twist e aquele título inicial “sem comentários”, vai se transformar um pouquinho para um novo e aqui bem no meio do texto…

Cem comentários…

1.         Grande Dil! Que venham outros 50 artigos! Que os obituários fiquem pra depois! Viva a vida! (José Gaspar Brandão)
2.         Obrigada por listar os comportamentos que ferem, mas não ganham a importância devida. (Viviane Vicente)
3.         Sensacional, mestre Dil Mota. Teria histórias a te contar também. Onde falta preparo e formação, falta caráter e informação, daí um passo para falta de EDUCAÇÃO. (Tony Coelho)
4.         Viva o HIGH PROFILE!!! Eu acredito na revolução criativa, ela é feita por pessoas incríveis e essa crise veio pra dar ainda mais luz para todas essas estrelas! (Sabrina Machado)
5.         Certeiro e empolgante como sempre mestre. (Ronald Maciotti)
6.         Muito bom, Dil!! Sempre trazendo boas direções para tudo. (Natali Arslan)
7.         Texto incrível. (Claudia Lorenz)
8.         Amo boas notícias! (Monica Bandeira de Mello)
9.         Excelente, Dil! Penso exatamente o mesmo! (Rogerio Rothje)
10.      Maravilhoso texto. Vou compartilhar por todos os canais que puder. Tenho dito exatamente isso, mas não tive a sua coragem de expor o óbvio retrato sintomático desse vírus: o egoísmo e a falta de respeito de boa parte dos dirigentes de empresas do nosso mercado. Parabéns! (Jean Zucker)
11.      Mto bom o texto. Faço mencao honrosa a quem teve o sangue frio, eh preciso disto, para realmente manter a calma nesta hora tao dificil e deixar a porta fechada com o “virus” do lado de fora. (Mônica T. Wagner Ferrão)
12.      Parabéns Dil por estar do nosso lado! e espero sinceramente que tudo isso passe! e que voltemos aos nossos postos asap (Eliana Andrade)
13.      Ótimo texto!!! (Maine Gurzoni)
14.      4 parágrafos e um encerramento que capturam o espírito do nosso tempo e trazem algum alívio. Mesmo pra quem foi demitido, veio uma sensação de que "não estou sozinho". Mais do que a qualidade do texto, a sensação de união e respeito que você gerou está de parabéns! (Alexandre Pereira)
15.      Para os clientes tbm fica a dica de não serem responsáveis pela ruína do mercado, tentando adiar em vez de cancelar projetos. Eu fui dispensada sem pagamento, colegas mais velhos, com filhos também foram... consequência tbm de um formato obsoleto e caro de trabalho que é o presencial, além de folha de funcionários, a empresa sustenta uma sede suntuosa, aluguel, luz, infra estrutura para manter funcionários à vista, qdo podiam produzir de suas casas com menor custo, por falta de um mindset mais moderno. (Thais S.)
16.      Excelente reflexão, Dil. Nada mais libertador que dizer NÃO a coisas que achamos que devemos dizer o contrário. Por muitos NÃOS tanto quanto devemos dizer muitos SIMs. (Camilo Castro)
17.      Brilhante como sempre! Dentro ou fora da caixa você é phoda!! (Christiane Vlcek)
18.      Belo Dil Mota! Bela provocação! (Ton Scadelai)
19.      Tão bem construído o texto, que só percebi lá pelo 13º. Bom de ler, reler e guardar. Minha linda Bia desde bebê foi ninada pela última canção. (Darlene Menconi)
20.      Muito bom  Dil. E infelizmente, verdadeiro! (Marcos Zizare)
21.      Mto bom Dil! Lembrei de KIU, la do Maranhão, e BRISEI, que o povo usa mto tbm. (Cintya Nunes)
22.      Eu sou suspeito porque eu adoro o Dil, mas o texto é genial. Corre para ler! (Fabio C. A. Brandão)
23.      Você está cada vez mais incrível meu caro. (Adailton Salvatore Meira)
24.      Que honra ser citado num #MTT, eu que li todos com muito prazer e admiração. Valeu Dil Mota. Você é craque. (Wilson Ferreira Júnior)
25.      Nada seria possível sem vc ao nosso lado. (Célio Ashcar Jr.)
26.      Incrível como conseguiu colocar em palavras, nossos sentimentos, expectativas e gratidão! Obrigada por este Presente!!!  (Nat Monteiro)
27.      Precisava ler exatamente isso! Muito obrigada! Sem pedir licença, mas respeitando os direitos autorais ..rs.. vou compartilhar. (Simone Ayala)
28.      Simplesmente emocionada!! Gratidão!! Sempre iluminado mas palavras!! (Roseli Arruda)
29.      Gratidão Dil, pelo carinho, mas o Pedro Malasartes é mesmo de arrasar. Ele manda um abraço e um convite para viver momentos mágicos. (Nagary Devi)
30.      Obrigado, Dil. Abraço. (Paulo Sabino)
31.      Obrigado pela (pouca) parte que me toca. (Cássio Zanatta)
32.      Parabéns Dil. Show! (Neiva de Oliveira Neri)
33.      Uau! Que honra estar aqui, muito obrigada. (Anna Karina)
34.      Demais!! Histórias maravilhosas e envolventes, assim como as suas! (Lully – Luciana Guarino)
35.      Speechless. (Patricia Segatto Palley)
36.      Caralho Dil, texto foda demais. Acho que assim como eu, muitos passaram por isso tudo. Muitos se sentiram injustiçados e outros viram em suas empresas um braço amigo que fez o que pôde… (Luciano Pinto)
37.      Como é bom poder ter pessoas que nos dão fôlego, quando muitas vezes nestes dias pensamos que vamos afundar !!!! Vivo um milagre por dia, quando acordo e levanto... incertezas, as vezes medo, mas fé e esperança quando vejo a mão de Deus em minha vida...(Penellope Simões)
38.      Sempre bônus! Obgd. (Deisy Silva)
39.      Lindo texto, lindas palavras! (Rogério Ota)
40.      Fantástico, lindo texto de gratidão pela amizade. (Marcia Ana Cai)
41.      Parabéns pelo texto e pela homenagem ao Lourenço. Você representou muito bem todos do Treinamento Itautec! Escreveu exatamente o que cada um pensava dele. Sem dúvida, nosso amigo Lourenço deixará muita saudade e muitas boas lembranças daqueles… (Ariovaldo Sano)
42.      Que maravilhoso. (Clara Kvitko Chamas)
43.      Excelente texto Dil. Como sempre! Admiração enorme!!!!! (Luiz Fernando Nascimento)
44.      Vc arrasa. (Catharina Gatz Birle) 
45.      Texto lindo! Super tks!  (Gladys Bayer)
46.      Sou sua fã! Thank you! (Alexa Carvalho)
47.      Dil, todos precisam entender que realmente não é apenas uma "martelada", mas o resultado dela é que conta. Sensacional o seu texto! (José Gaspar Brandão)
48.      Puxa, que honra fazer parte desse seu post...!!! Saiba que você é um dos meus maiores inspiradores...!!! Muito obrigado...!!! (Roberto Zenker)
49.      Dil, me reinventar, reescrever e reconstruir ao seu lado, que é meu maior incentivador, fica muito mais fácil, amor! Eu que tenho a agradecer por acreditar tanto em mim!  Amo você!! (Lully – Luciana Guarino)
50.      Grande Dil, belas palavras! Eu as retribuo a você que também faz isso como ninguém! Abss (Kleber Nazareth)
51.      Wow!!! Que lindo, que honra e que incrível fazer parte dessa comunidade. Obrigado pela lembrança. (André Felix)
52.      Querido que mora no meu coração. Acho tão legal esse MTT, seus textos e vc fazendo sempre o que faz tão bem: juntar um monte de gente por motivos legais! Obrigada sempre sempre sempre. (Thais Mendes)
53.      Muitos obrigada Dil, que delícia e que honra ser citada de uma forma tão carinhosa! Muito obrigada pela lembrança Gratidão por ter você como um amigo irmão! (Silmara Almeida)
54.      Gratidão pela lembrança e pela homenagem... meu coração se alegra e minha alma se eleva cada vez que penso no caminho que estou trilhando deliberadamente! Sou sua fã, vc sabe... tb é um que manifesta aquilo que veio fazer nesta Terra… (Mônica Schiaschio)
55.      Obrigado por me ajudar em alguns caminhos de transformação pessoal e profissional. (Gustavo Oliveira)
56.      Dil do enorme coração. (Zé Weber)
57.      Puta texto lindo!!!!!!! Por isso q considero sua amizade a relação dos dedos anelares na mão. Nunca se separam no caso das mãos entrelaçadas.… (Eliane Fonseca Beres)
58.      Excelente reflexão em seu artigo de hoje. Respeito é alguma coisa em desuso hoje em dia. (Luiz Fernando Coelho)
59.      Muito obrigada pela lembrança, é uma honra ser parte!! Obrigada pela sua presença generosa sempre!!  (Raquel Rodrigues Soares)
60.      Owwww , é uma honra Mestre fazer parte deste time. Tenho certeza que muitos são crias suas , assim como eu. Orgulho MÁSTER. Beijos. (Carol Souza)
61.      Grande Dil... Referência quando se fala em criatividade! Que delícia de post, obrigada sempre, vc faz parte da minha história! (Sandra Oliveira Martins Franchin)
62.      Mestre Dil Mota, que honra! Abração (Thiago Cabral Montiani)
63.      Obrigado Dil. Lindo texto. Saudades de vc. Vamos marcar de tomar um café. Grande abraço. (Anderson Antonio Fernandes)
64.      Amazing....você é demais, Dil. (João Margherita)
65.      Dil você é um fenômeno na escrita e ao vivo em palestras e em sua vida. Te amo e a Lully deixa. (Nagary Devi)
66.      Grande Dil, muito obrigado por me incluir nesta lista que só tem feras. Thanks LION KING. (Paulo Suplicy)
67.      Sensacional seu texto. "Porque as grandes questões da humanidade não podem ser discutidas sobre uma ótica só." (Iron Neto)
68.      Dil ... vc me representa. Me envolvi intensamente nessa crônica da vida real. (Tatiana Calvo)
69.      Eu sou fã desde a época da máquina de tirar diferença. Nunca esqueci. Hahahaha! Obrigada por esse texto. (Pamela Mansano)
70.      Obrigada! (Elena Crescia)
71.      Muito bom. (Graça Taguti)
72.      Lindo, meu amigo! (Márcio Formiga)
73.      Adorei! (Vania Vieira)
74.      Sem palavras... Vc sempre é um espetáculo. Lindo e perfeito seu texto. (Soninha Almeida)
75.      Q lindo Dil! Por um mundo com pensamentos e atitudes tão ricos qto a sua e a da Lully! Nossa Dragões foi linda, nosso desfile foi mágico! (Jacqueline Mauren Hudak França)
76.      Sem dúvida nenhuma, dessa vida só vamos levar o que vivemos. Que continue vivendo e compartilhando de sua linda e divina essência com a gente! Namastê Bjs de luz no coração TJ! VQV! ET! (Edinho Tibiriçá)
77.      Que sensação maravilhosa ler seu texto Dil querido... Quanta emoção, quanto aprendizado em cada palavra, em cada frase... Adorei a palavra LIBERDADE ser relatada de várias formas e linguagens. Muito bem posicionada, explicada e compartilhada… (Patricia de Oliveira)
78.      Nota 1000. (Elucie Apareida da Silva)
79.      Inenarrável a emoção de ler um texto tão lindo. Gratidão por expressar de forma tão poética nossa paixão. Que bom que pude oferecer essa oportunidade. Muitos bjs. (Laís Helena Bomfim Marqurs)
80.      Sempre tão emocionante estar do seu lado em tudo nesta vida!! (Lully – Luciana Guarino)Bottom of Form
81.      Que lindo, Dil! E que privilégio ter tantas recordações maravilhosas!  (Milena Nora Andrade)
82.      Não consigo comentar. Obrigada. (Patricia Segatto Palley)
83.      Como sempre vc tão incrível com as palavras, não sei nem o que comentar....fantástico, parabéns Adilson...vc merece tudo de Bom!!! (Claudia Oliveira)
84.      Amo como sempre e continuo amando..cada vez mais, seus textos, sua sensibilidade e você!!  (Lully – Luciana Guarino)
85.      Poxa amei seu post foi publicado graciosamente descrevendo nossos mometos atuais, nesse momento de pandemia encontros com nós mesmos estão acontecendo todos os dias para reaprendermos a saber o que é viver e o que realmente vale nessa vida! (Yasmin Cury Follador)
86.      Engraçado esse complexo de bastardos. Fui para o Live Marketing por acreditar no Live. (Adilson Zambaldi)
87.      Obrigadíssima pela dupla citação. É sempre bom receber um carinho de alguém tão importante para o mercado. E, antes que eu me esqueça, belo texto! (Débora Tenca)
88.      Obrigado por vc ter a coragem de mostrar que dependemos de outras pessoas para crescer, assim como dependi muito de você e sua generosidade. (Tony Coelho)
89.      Que bacana você, como criativo reconhecido que é,trazer esta reflexão. Sempre buscando ampliar nosso olhar. Obrigada! (Patricia Segatto Palley)
90.      Excelente reflexão. Síndrome de Jon Snow. Com a sua permissão, vou passar a usar essa expressão. E continuando a analogia, que a muralha que mais parece uma linha no nosso universo não seja usada para segmentar, limitar ou gerar rótulos. (Regis Duarte)
91.      Que venha o inverno! Com você somos mais fortes. (Ronaldo Bias Ferreira Junior)
92.      Dil, de verdade: feliz por estar nessa lista com tantas pessoas e empresas que admiro. Obrigado! Esse teu texto é tão bacana quanto necessário. (Danilo Blume)
93.      Texto maravilhoso ... me lembrei inclusive da festa com os puffs kkk! Feliz Aniversário querido! Muitas Coisas boas para você!! E vou colar este trecho do seu texto pq sim, eu amei “O presente do presente é justamente estar presente”. (Adriani Rissi) 
94.      Sou um cara de muitos colegas, mas poucos amigos, bem poucos, vc sabe bem, e eu li uma frase outro dia que me disse muita coisa: “amizade não é sobre quem veio antes ou veio depois e sim, sobre quem veio e nunca mais foi embora” … (Antonio Figueiredo)
95.      Obrigada por tantas mensagem incríveis, por nos proporcionar um acalento nesse momento de incertezas mas de transformação!! Agradeço por ter cruzado a minha vida. (Clédia Ricotti)
96.      Dil... amei seu texto!! Inspirador! Tenho pouquíssimos amigos, vivo mto só e esse texto Me fez refletir mto!! Parabéns!!! (Andréa Gomes de Oliveira)
97.      Dil, que bom que você está presente no meu presente... vamos continuar assim, tá? (Cleuza Salvo)
98.      Meu melhor amigo, melhor cia, melhor namorado e melhor marido..chega de tanta bajulação, né..!! (Lully – Luciana Guarino)
99.      Texto super verdadeiro! Parabéns!!! Tudo de melhor!!!! (Elizabeth Merz)

Pois é, eu encontrei muitos comentários aos textos publicados na minha coluna nas redes sociais. São relativos a vários textos diferentes e destes, eu selecionei 100. 

Com eles, eu reitero meu agradecimento à galera querida do Promoview, principalmente às incríveis Antonia e Luana que cuidam deles todas as semanas, ao Júlio e a Cindy pela condução deste novo e moderno portal e plataforma, além do Tony Coelho e João Riva, que me incentivaram a escrever.

Não poderia obviamente deixar de agradecer à minha sempre inspiradora Lully, à curiosidade e o gosto pela leitura e escrita vindos da Dona Tetê e do Seu Zé, e, muito especialmente, a todos vocês, que mesmo sabendo “que lá vem textão” (kkk), não esperam “sair em filme” (kkk) e dedicam um tempinho às minhas linhas, reflexões e questões. 

Pra vocês, meu grande, sincero e imenso obrigado. É de você o meu #MTT (Monday To Thank) de hoje!

Ah, faltou o 100comentário, né? Ele está a seguir:

100.   Muito legal o texto! É juntar tudo e lançar um livro! (Alessandra de Azevedo Domingues)

WOW! Será que é uma boa ideia? O que vocês acham disto? Por favor comentem…

Obs.: E muito obrigado aos inúmeros comentários gentis, mas sem palavras, sintetizados em inúmeros emojis.

Tags: artigo | Dil Mota | articulista do Promoview | artigos do Dil Mota no Promoview