Canal
Geral

<!--:pt-->São Silvestre fecha ano esportivo no Brasil<!--:-->

Por: 0 31 de Dezembro de 2009

Maior evento esportivo dos fins de ano no Brasil, a Corrida Internacional de São Silvestre vai reunir nesta quinta-feira 21 mil atletas no Centro de São Paulo. Desde 2006, não há vitória brasileira, mas neste ano, Franck Caldeira e Lucélia Peres, vencedores em 2006, tentarão quebrar a hegemonia estrangeira e chegar ao bi. sao-silvestre Criada em 1925, a São Silvestre se tornou internacional em 1947. Desde então, o Brasil obteve 13 vitórias, sendo oito masculinas e cinco femininas. No masculino, Marilson Gomes da Silva ganhou em 2003 e em 2005; e José João da Silva em 1980 e 1985. Jamais uma brasileira venceu duas vezes. - Estou treinando cada vez mais e o meu objetivo é melhorar meus resultados. A presença dos africanos é sempre desafiadora. Quero ganhar deles, e estou me esforçando ao máximo - disse Franck. O fundista do Cruzeiro vem se preparando na altitude de 1.600m de Campos do Jordão (SP). Este ano, foi segundo da Maratona de São Paulo e terceiro na Volta da Pampulha, superado por africanos. Franck é tri da Volta da Pampulha, bi da Maratona de São Paulo, campeão da Meia Maratona do Sul e da maratona do Pan-Americano do Rio, em 2007. Outro brasileiro bem cotado é Giomar Pereira da Silva, tri do Ranking dos Corredores de Rua da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), sétimo e nono nas duas últimas São Silvestre, terceiro na Meia Maratona do Rio e quarto na Maratona de São Paulo e quarto na Volta da Pampulha. No feminino, Lucélia Peres, última brasileira a ter ganho a São Silvestre, em 2006, espera superar suas contusões. Na Pampulha, em dezembro, terminou em oitavo. Tem no currículo o tri da Pampulha, a Meia Maratona do Rio e a São Silvestre e o bronze nos 10.000m do Pan-Americano-2007, no Rio. Entre os estrangeiros, estão o tricampeão Robert Cheruiyot; James Kwambai, campeão de 2008, e o bi da Pampulha, Nicholas Koechm, todos do Quênia; o campeão dos 10 Km do Brasil e do Rio, o tanzaniano Martin Sule; a campeã da Pamnpulha, Pasalia Chepkorir, do Quênia; Olivera Jevtic, da Sérvia, bi da São Silvestre; a etíope Derartu Tulu, campeã da Maratona de Nova York de 2009 e da São Silvestre de 1994.

Tags: