Canal
Geral

<!--:pt-->São Paulo e Curitiba aderem à Hora do Planeta<!--:-->

Por: 0 15 de Março de 2010

O movimento global cresce rapidamente no Brasil. Faltando 17 dias para a Hora do Planeta 2010, 5.088 pessoas, 388 empresas, 97 organizações e 14 cidades irão apagar suas luzes e mostrar seu apoio na preservação dos ecossistemas e combate ao aquecimento global.

hora-do-planeta

Na última semana, duas importantes capitais brasileiras confirmaram sua adesão ao movimento global. Mais uma vez, São Paulo e Curitiba apagarão as luzes de diversos pontos da cidade mostrando sua preocupação com o planeta. Em São Paulo, durante o encontro que formalizou a adesão da cidade à Hora do Planeta 2010, o prefeito Gilberto Kassab enfatizou que sua equipe está estudando para apagar os mesmo ícones que foram apagados no ano passado: Ponte Estaiada, Monumento às Bandeiras, Viaduto do Chá, Estádio do Pacaembu, Obelisco e Parque do Ibirapuera. "Também queremos ampliar a participação com a inclusão de, pelo menos, mais dois pontos paulistanos na Hora do Planeta 2010, como o Parque do Povo", finalizou o prefeito. "É muito importante São Paulo participar novamente da Hora do Planeta. É uma iniciativa de conscientização de todos por um futuro melhor", afirmou o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, citando a relação das mudanças climáticas com a qualidade de vida da população. Para ele, "cada um de nós pode dar o exemplo e conscientizar ainda mais pessoas para o combate ao aquecimento global". Além da prefeitura, o apoio importante ao movimento de empresas e organizações de São Paulo, como o Centro de Voluntariado de São Paulo, a Rádio Eldorado, Casa das Rosas, São Paulo Convention Bureau Center, Hotéis Sheraton São Paulo, World Trade Center, Rede Sol Meliá e a Revista O2, foram confirmados hoje. Curitiba Na capital paranaense, 12 monumentos ficarão no escuro durante a Hora do Planeta, entre eles o Teatro do Paiol, a Fonte dos Anjos, a Torre da Biodiversidade, a Estufa do Jardim Botânico e a Fachada do Paço da Liberdade. "É uma campanha alinhada aos objetivos da Prefeitura de focar sempre no desenvolvimento sustentável", diz o prefeito de Curitiba, Beto Richa. Em Curitiba, a Hora do Planeta também contará com o apoio da Fundação O Boticário de Proteção à Natureza, que já começou a mobilizar a população da cidade, incluindo empresas e organizações, para também apagarem suas luzes no dia 27/03. Ainda em Curitiba, o HSBC, um dos patrocinadores da Hora do Planeta e o HSBC Climate Partnership, programa ambiental do Banco, conduzido em parceria com o WWF-Brasil e outras ONGs, preparam uma atração especial para o dia 27/03, durante o apagar das luzes. O coral de meninos do Instituto HSBC de Solidariedade fará uma apresentação especial de música popular de cunho ambiental em frente ao Palácio Avenida. Tanto o edifício quanto o coral são ícones de Curitiba e se tornaram tradição durante as festividades natalinas. Adesões no Brasil Após uma semana de mobilização intensa, 5088 pessoas, 97 organizações, 388 empresas e as 15 cidades confirmaram a participação na Hora do Planeta 2010. Com as adesões de São Paulo e Curitiba, as participações de Manaus (AM), Palmas (TO) e Campo Grande (MS), e o Rio de Janeiro e Porto Alegre, o Brasil atinge o número de sete capitais engajadas no movimento - além das cidades de Canoas (RS); Castro Alves (BA); Osasco (SP), Porto Ferreira (SP), Wenceslau Braz (PR), Rio das Ostras (RJ), Barueri (SP) e Taubaté (SP) que também estão apoiando à Hora do Planeta.

Tags: