Canal
Geral

Santarém é palco do Salão Regional do Livro

Por: 0 1 de Novembro de 2013

De 01 a 10/11, o município de Santarém (PA), recebe o quarto Salão Regional do Livro da Região do Baixo Amazonas, uma ação do Governo do Pará, por meio da Secretaria Especial de Promoção Social e Secretaria de Estado de Cultura (Secult), em parceria com a Prefeitura de Santarém, via Secretaria Municipal de Cultura. A abertura será às 19h, com a apresentação da Filamônica José Agostinho. A visitação será de segunda a sexta-feira, das 09h às 22h, e aos sábados e domingos, das 15h às 23h, no Parque da Cidade, na Avenida Bartolomeu de Gusmão. A área de exposições terá cerca de 70 estandes, com publicações de 350 editoras, como Paulinas, Paulus, Cortez e Editora Estudos Amazônicos. [caption id="attachment_338899" align="aligncenter" width="562"] Mais de 16 mil pessoas passaram pela quinta edição do Salão do Livro (Foto: Elza Lima).[/caption] Nesta edição, o Estado do Pará é o grande homenageado, com base no verso “Eu sou de um país que se chama Pará”, da música Porto Caribe, de autoria de Ruy Paranatinga Barata, compositor, jornalista e escritor, que recebe as homenagens nos eventos literários promovidos pela Secult em 2013, dentro do projeto da 12ª Feira Pan-Amazônica do Livro. No dia 30/10, em Santarém, no auditório do Theatro Victória, durante uma coletiva à imprensa, foram apresentadas as atrações da programação do Salão do Livro. Andressa Malcher, coordenadora da Feira Pan-Amazônica do Livro, destacou o empenho do governo do Estado de levar o evento literário aos municípios do Interior. [caption id="attachment_338901" align="aligncenter" width="562"] Andressa Malcher, diretora de Cultura da Secult e coordenadora da Feira Pan-Amazônica do Livro (Foto: Alailson Muniz).[/caption] “Já realizamos em Paragominas (no nordeste paraense), e chegou a vez de Santarém novamente receber o Salão”, afirmou Andressa. Segundo a coordenadora, o Salão possui um público variado, que inclui crianças, jovens e adultos, e possibilita acesso ao conhecimento fora da sala de aula, além de valorizar a cultura e a produção literária local. A secretária Municipal de Educação, Irene Escher, destacou que o Salão possibilita a alunos e professores o acesso a conhecimentos gerais e específicos, adquiridos nas salas de aula. “É um universo de conhecimento que vai além das paredes das escolas. O aluno e o professor podem ter contato com diversos títulos, de autores variados. É uma oportunidade ímpar para adquirir conhecimentos”, ressaltou. [caption id="attachment_338902" align="aligncenter" width="562"] Irene Escher, secretária Municipal de Educação (Foto: Alailson Muniz).[/caption] Como nas edições anteriores, este ano o Salão vai proporcionar ao público contato com obras de outros escritores regionais e nacionais. Entre os escritores locais na programação do Encontro Literário e na Sessão de Autógrafos estão Maciste Costa, Daniel Leite, Cristovam Sena, Sebastião Tapajós e Efrem Galvão. Entre os convidados de projeção nacional estão Ignácio de Loyola Brandão e Stella Maris Rezende. A programação inclui ainda o Papo Cabeça - um momento de interação entre jovens e convidados, para debater temas atuais. O evento vai contar ainda com seminários, mostras de filmes paraenses, apresentações musicais e teatrais, além da apresentação da Companhia de Tijolo, grupo paulista que encenará os espetáculos infantis. Outra atração será o seminário “Amazônia no Século 21: desafios e oportunidades”, com a participação da jornalista Úrsula Vidal; do secretário Municipal de Planejamento e Desenvolvimento de Santarém, Valdir Matias Júnior, e de Gabriel Chaves. Aos educadores serão destinadas várias oficinas, como “Letras Mágicas”, com Stella Mariz Rezende, vencedora do Prêmio Jabuti de melhor livro juvenil de 2012. Para o público infantil haverá a oficina de “Ilustração de livros infantis”, com o escritor e artista plástico Maciste Costa. Fonte: Alailson Muniz/Secom.

Tags: