Canal
Geral

RJ terá centro de entretenimento em formato de bola

Por: 0 15 de Julho de 2014 03:40

Com investimento de U$ 40 milhões, a empresa Dynamic Group inaugura no Rio de Janeiro, no início de 2016, o primeiro centro de entretenimento do mundo com o formato de uma bola de futebol. O espaço, com 50 metros de altura e nove andares, dedicado exclusivamente ao tema,  será ainda o primeiro edifício em movimento contínuo da América. Cada andar da "bola" terá rotação separada e poderá girar em ambos os sentidos. A tecnologia utilizada possibilitará alterar a velocidade, fazendo com que seu formato mude constantemente. O local terá capacidade para receber até 2,5 mil pessoa simultaneamente. Dynamic Ball   1O projeto do edifício é do arquiteto florentino David Fisher, considerado o "pai da arquitetura dinâmica". O início das obras está previsto ainda para este ano e o local ainda está sendo decidido. Os investimentos serão feitos pela Dynamic Group e parceiros internacionais. O primeiro modelo do edifício será apresentado nos próximos dias na Itália. O protótipo foi desenvolvido pela DTM Modena, empresa de engenharia espacial  spin-off do grupo Ferrari. Tecnologia Entre os parceiros de tecnologia para o desenvolvimento deste projeto estão as empresas WSP de Nova York, as alemãs Bosch e Siemens, a dinamarquesa SGM, especializada em iluminação de LED. A Exergia Brasil também é parceira para o segmento de engenharia. A construção do edifício é totalmente pré-montada – seguindo o mesmo modelo da construção de navios e aviões. No futuro, todos os edifícios serão construídos em uma oficina, oferecendo uma série de vantagens tais como qualidade, economia de tempo, redução de custos, emissão zero de carbono e sustentabilidade. Para esta etapa, a Dynamic tem como parceira a Navalmare, estaleiro italiano, especializado na construção de navios e plataformas offshore, com atividades na cidade do Recife (PE) e operações no Rio de Janeiro Entretenimento  O interior da "bola" será totalmente dedicado ao futebol, com exposições interativas, sala de projeção 360 graus e um andar dedicado a jogos virtuais. Uma das principais atrações vai utilizar a tecnologia de realidade aumentada  originalmente desenvolvida pela Nasa. Por meio de um sistema de hologramas, até então só utilizado em shows musicais, o público poderá literalmente jogar futebol com os grandes craques mundiais. O espaço terá também um estádio virtual, onde o público  poderá sentar nas arquibancadas, enquanto uma tela gigante super IMax de 360 ??graus dará a sensação de  estar assistindo, em tempo real , o jogo em um estádio. Os outros andares terão restaurantes e lojas, além de sala de ginástica com aparelhos desenvolvidos especialmente para o esporte  e espaço para projetos educativos. Sustentabilidade A emissão de carbono do centro de entretenimento será totalmente neutralizada, serão utilizados prioritariamente materiais recicláveis em todas as atividades e o prédio terá smart grid, o que vai diminuir a utilização de eletricidade. O Projeto O Dynamic Group detém os direitos internacionais para a construção de edifícios em constante movimentação e tem a expectativa de levar esse modelo de construção para outras cidades mundiais. De acordo com  o arquiteto idealizador do projeto,  David Fisher, o Brasil foi escolhido para receber o primeiro “edifício bola” por ser o País do futebol e berço de grandes jogadores que fizeram história no esporte. Dynamic Ball   3“As belezas naturais do Rio de Janeiro contribuirão 100% para a beleza do nosso Centro de Entretenimento. Nunca imaginamos como começar este projeto em outro país.”, indica Fisher. Após o Rio de Janeiro, as cidades de Londres, Nova York, Madrid, Milão, Barcelona e Jacarta serão as próximas a receber centros de entretenimento como este. Veja mais detalhes no vídeo abaixo:

Tags: