Canal
Geral

Rio de Janeiro sedia a 23ª Icom na Cidade das Artes

Por: 0 18 de Julho de 2013

Entre 10 e 17/08, o Brasil será sede da 23ª Conferência Geral do Conselho Internacional de Museus (Icom), encontro que, realizado em um país diferente a cada três anos, conta com a participação de mais de dois mil profissionais da área. Os 31 comitês internacionais da instituição se reunirão no Rio de Janeiro, na Cidade das Artes, para uma série de encontros que debaterão os novos rumos da museologia no país e no mundo. “É uma grande honra para o Icom Brasil que nosso país possa sediar este grande encontro de profissionais de museus de todo o mundo. O tema central da Conferência evoca a museologia social, campo bastante inspirador e de prática já consolidada entre os museus brasileiros”, conta Maria Ignez Mantovani Franco, presidente do Icom Brasil. Haverá visitas culturais, expedições urbanas, exposições de artes visuais, eventos literários, oficinas abertas ao público, experiências de música e dança. Carlos Roberto F. Brandão, presidente da Conferência, explica que os princípios que norteiam a programação é o aprofundamento das relações profissionais. “Com esta perspectiva, convidamos os comitês e outros grupos do Icom para reunião prévia durante o V Fórum de Museus, em novembro de 2012.” “O resultado foi muito inovador e instigante, por isso, vários comitês se reunirão durante a Conferência, expandindo essas discussões e estreitando relações aos museus da cidade na construção de um legado para o país.” conclui. Haverá uma feira de produtos e serviços nacionais e internacionais, com ênfase no que de mais tecnológico e contemporâneo se produz no mundo para que os Museus possam seduzir seus públicos.   [caption id="attachment_309644" align="aligncenter" width="494"] Icom Rio 2013 (foto: Blog Associação Amigos do Museu de Valores do Banco Central)[/caption] Uma feira institucional evidenciará o trabalho que os museus desenvolvem junto à sociedade em que atuam, unindo experiências brasileiras e de distintos países. Ambas as feiras, tanto a profissional como a institucional, estarão franqueadas ao público. Eleita como cidade anfitriã da Conferência, após concorrer com Milão e Moscou, o Rio de Janeiro sedia 124 museus. O aumento de sua visibilidade, por conta dos Jogos Olímpicos e da Copa do Mundo, contribuirá para alavancar as inscrições do público. De acordo com Hans-Martin Hinz, presidente do Icom, “é a oportunidade de fortalecer a presença do Icom na América Latina, permitindo que profissionais que atuam em museus latino-americanos e mundiais dialoguem sobre o futuro de nossa área”. Desde a fundação da entidade, em 1946, é a segunda vez que a conferência acontece na América do Sul.

Tags: