Canal
Geral

Rio de Janeiro conquista mais um evento mundial

Por: 0 14 de Agosto de 2014

O Rio de Janeiro foi eleito no dia 10 de agosto, a cidade-sede do Congresso Mundial da União Internacional de Arquitetos (UIA) de 2020. Numa disputa acirrada, concorrendo com Paris e Melbourne, o Rio de Janeiro venceu Melborne com 12 votos de vantagem. Para o UIA 2020 são esperados cerca de 15 mil arquitetos de todo o mundo. Com o tema “Todos os mundos. Um só mundo. Arquitetura 21?, o congresso discutirá o futuro das cidades do planeta. O governo do Estado e a Secretaria de Estado de Turismo apoiaram o trabalho para a conquista deste importante evento para o calendário do Rio de Janeiro. Rio-de-Janeiro_congresso-de-arquitetura“Enviamos material e um técnico à África do Sul, além de dar amplo suporte à delegação Brasileira” afirmou Cláudio Magnavita, secretário de Estado de Turismo, que complementou: “Este é o primeiro grande evento que captamos após o sucesso da Copa. Mostramos ao mundo que o Rio de Janeiro está pronto para receber grandes eventos internacionais e a vitória sobre Melborne, em uma votação apertada, nos mostra que conquistas como essa são frutos de muito trabalho”. Ainda de acordo a secretário de Estado de Turismo, a realização de um evento internacional como o Congresso Mundial da União Internacional de Arquitetos (UIA), que mobiliza diretamente mais de 15 mil congressistas internacionais, terá um efeito multiplicador. “O Rio de Janeiro está se transformando e a escolha da cidade para realizar um congresso mundial de arquitetura já começa a chamar atenção para as grandes intervenções que a cidade esta sofrendo nesta década. Isso, com certeza, terá reflexo no aumento do fluxo de turistas internacionais, tanto os que visitarão a cidade para negócios e convenções, quanto os que virão para lazer”, completou Magnavita. A escolha do Rio de Janeiro como sede do Congresso Mundial da União Internacional de Arquitetos ocorreu durante a Assembleia Geral da entidade realizada em Durban, na África do Sul, e a candidatura brasileira foi defendida pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), com apoio do governo do Estado, Prefeitura do Rio e Rio Convention & Visitors Bureau. No primeiro turno, com 202 votos de delegados dos países representantes, o Rio de Janeiro ficou com 85; Melbourne, com 73 e Paris com 44. No segundo turno, o Rio obteve 107 pontos e Melbourne 95. A sede de 2017, escolhida há três anos, será Seul, na Coreia do Sul.

Tags: