Canal
Geral

Refrigerantes perdem terreno nos Estados Unidos

Por: 0 2 de Agosto de 2014

As pessoas não estão só deixando de beber refrigerante, como também não estão mais falando deles. De acordo com um relatório do grupo Keller Fay, as impressões boca a boca sobre Coca-Cola, Pepsi, Dr. Pepper e uma série de outras marcas têm diminuído desde 2011. No ano passado, a Coca-Cola cedeu a sua posição de marca mais comentada para a Apple. Desde 2011, as conversas sobre a Coca-Cola sofreram uma queda de 6%; já sobre a Pepsi, a perda foi de 9%. A luz no fim do túnel da categoria foi a Fanta, da Coca-Cola, que viu aumento de 11%. refrigerantesEd Keller, presidente do grupo Keller Fay, disse que houve um surto de conversas sobre marcas como Apple, Samsung, Verizon e AT&T. “Quando se trata de relevância cultural, muitas das marcas de tecnologia estão tomando tempo de conversação das pessoas. Isso representa um desafio para a indústria de refrigerantes. Certamente sugere que a queda nas vendas desses produtos continua”, disse. Os consumidores americanos têm trocado refrigerantes por chás, bebidas energéticas e águas engarrafadas há anos, mas desertaram a categoria a um ritmo ainda mais rápido em 2013. Nos Estados Unidos, o volume de venda de refrigerantes caiu 3% em 2013, comparado a uma queda de 1,2% em 2012 e de 1% em 2011, de acordo com a Beverage Digest. A categoria tem visto declínios nos últimos nove anos. É interessante notar que o número de comentários sobre refrigerantes excede o de bebidas alcoólicas, cafés e bebidas não carbonadas, como sucos, chás, energéticos e isotônicos. “O que se deve fazer é concentrar-se na totalidade das conversas sobre sua marca. Isso é o que, em última análise, amarra as vendas”, disse Keller.

Fonte: Aivertsing Age/Natalie Zmuda.

Tags: