Canal
Geral

Redes sociais dão o tom no Palais

Por: 0 26 de Junho de 2011 03:00

As redes sociais estiveram 'na boca do povo' em boa parte das conversas no 58º Festival Internacional da Criatividade, em Cannes. E mais: muitas ações de promo, hoje, estão concentradas nessas redes – no mundo on-line e, muitas vezes, móvel. Do short list de Promo & Activation, 95% envolveram as redes. [caption id="attachment_122994" align="aligncenter" width="560" caption="Grande interesse pelos temas apresentados em 2011."][/caption] Um dos cases mais conhecidos é o da banda teen Jonas Brothers. Nick Jonas, o vocalista da banda, participou de debate no Palais e contou que o relacionamento com as fãs é mais próximo nas redes e que o conteúdo encontrado ali não está disponível em nenhum outro lugar – uma espécie de prêmio para quem acompanha a carreira deles on-line. Essa presença na rede aumentou a visibilidade do grupo e garantiu a eles a venda de oito milhões de CDs. [caption id="attachment_122997" align="aligncenter" width="559" caption="Nick Jonas contou como projetou a carreira com a ajuda do Facebook."][/caption] A possibilidade de tomar a decisão de compra imediatamente, enquanto se está sob o efeito da emoção do contato com o artista, faz toda a diferença. E isso vale para qualquer ação promo que inclua as redes sociais e a interação móvel. Em breve, quando os pagamentos por celular forem uma realidade nas ruas, a tendência é que isso se intensifique ainda mais. Outro case bacana foi o apresentado pelo Dr. Orin Levine, diretor-executivo do International Vaccine Access Center, da Escola da Saúde Pública da Johns Hopkins University. Levine e sua equipe estão fazendo uma ação no Quênia para promover a vacinação infantil.

[caption id="attachment_122833" align="aligncenter" width="580" caption="Dr. Orin Levine."][/caption] Depois de descobrir que há um celular para cada dois quenianos, os pesquisadores decidiram usar mensagens de texto para lembrar os pais da data de vacinação da criançada. A recompensa? Créditos para o celular, ou em dinheiro, para cobrir os custos do deslocamento até o posto de vacinação. Ganham os pais e ganha a criança. Ponto pra eles!

Tags: