Canal
Geral

<!--:pt-->Queda do Muro de Berlim comemora 20 anos<!--:-->

Por: 0 10 de Novembro de 2009

A cidade de Berlim, na Alemanha, celebrou no dia de ontem (09/11), os 20 anos da queda do Muro com o que já é conhecida como a Festa da Liberdade, um programa de eventos que começou com um concerto dirigido pelo argentino-israelense Daniel Barenboim e terminou com a derrubada de um dominó gigante representando a queda do muro. [caption id="attachment_35961" align="aligncenter" width="560" caption="Muro construído com 2,5 mil peças de dominó que foi derrubado para comemorar os 20 anos da queda do Muro de Berlim."]Muro construído com 2,5 mil peças de dominó que foi derrubado para comemorar os 20 anos da queda do Muro de Berlim.[/caption] Cerca de mil de peças de dominó de 2,5 metros de altura foram derrubadas na tarde de ontem para lembrar a queda do Muro de Berlim, que conduziu à reunificação da Alemanha. Essa espécie de Muro artificial seguiu os passos da antiga barreira de concreto, entre o Reichstag (sede do Parlamento alemão) e a Potsdamer Platz, e passará também pelo emblemático Portão de Brandenburgo. Após o concerto, o novo muro simbólico foi derrubado em três fases. A última delas culminou perante o Portão de Brandenburgo, com uma cascata de fogos de artifício. No ato comemorativo discursaram os presidentes de França e Rússia, Nicolas Sarkozy e Dmitri Medvedev, e o primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown. O prefeito de Berlim, Klaus Wowereit, explicou que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, não estará nos eventos por problemas de agenda, mas que enviará a secretária de Estado, Hillary Clinton. O presidente da Comissão Europeia (órgão executivo da UE), José Manuel Durão Barroso, o ex-líder soviético Mikhail Gorbachev e o Prêmio Nobel da Paz Mohammed Yunus também participaram do evento. Wowereit afirmou que a revolução pacífica que conduziu ao fim da República Democrática Alemã (RDA) "não teria sido possível" sem os movimentos sociais surgidos em países como Polônia e Hungria. Queda do Muro de Berlim em 11/11/1989. Por esse motivo, o encarregado de derrubar a primeira parte do dominó, de 1,5 quilômetros de extensão no total, foi o ex-presidente polonês Lech Walesa. "É um dia de alegria não só para Berlim e a Alemanha, mas para toda Europa", afirmou Wowereit. O programa musical incluiu shows de vários artistas, como a banda Bon Jovi, e terminou com a música "We are one", composta pelo músico alemão Paul van Dyck e outros artistas. Os atos e as exposições por ocasião do aniversário da queda do Muro começaram no início do ano, com a instalação de centros de informação por toda a cidade sobre os eventos de 1989, e com uma exposição sobre a revolução pacífica, exibida ao ar livre na Alexanderplatz.

Tags: