Canal
Geral

Quais os verdadeiros vilões da motivação no trabalho?

Por: WLC 14 de Fevereiro de 2016

Salário abaixo da expectativa, clima pesado na empresa e falta de reconhecimento profissional. Estes três fatores são os principais “vilões” da motivação profissional, de acordo com uma da consultoria 4hunter. Para Carlos Felicíssimo Ferreira, consultor de carreira e diretor executivo da 4hunter, a pesquisa pode ser separada em três formas, levando-se em conta a idade e o principal fator de desmotivação para o trabalho.

“Os mais jovens tendem a ter insatisfação maior por conta da remuneração, já profissionais um pouco mais experientes ficam insatisfeitos quando não têm reconhecimento profissional e as pessoas acima de 50 anos ficam mais desmotivadas quando o clima pesa na organização”, explica.

4

Veja um pouco mais sobre esses fatores, abaixo:

1 - Salário abaixo da expectativa

Trabalhar o mês inteiro e receber um salário abaixo do esperado é desmotivador, principalmente, entre os mais jovens, segundo a pesquisa da 4hunter. Entre os profissionais de 21 a 28 anos, 31,6% respondeu que é a remuneração o fator que mais influencia negativamente em sua motivação. A pessoa em início de carreira quer ganhar mercado, crescer profissionalmente, e isso está diretamente relacionado com o dinheiro. No entanto, não se deve  associar tal necessidade apenas a valores monetários. Essa geração também é motivada por questões voltadas a reconhecimento, incentivo e plano de carreira.

2 – Clima pesado na organização 

Acordar cedo, ir para o trabalho e passar as longas horas de expediente sob um ambiente pesado é o que mais desmotiva profissionais entre 43 e 49 anos. Para 31,6% dos entrevistados nesta faixa etária este é o principal fator de insatisfação.

Entre os mais jovens – 24,1% dos profissionais entre 21 e 28 anos e 24,3% dos entrevistados entre 29 e 35 anos – o clima organizacional também foi citado como desmotivador principal. Isso porque pelo menos um terço do dia é gasto com o expediente, e trabalhar em um ambiente carregado afeta a motivação e a produtividade de qualquer um.

3 - Falta de reconhecimento profissional 

O salário pode ser adequado ao que você necessita e o ambiente da empresa o mais agradável possível, mas se as tarefas não trazem desafios e são repetitivas, a insatisfação certamente influenciará no dia a dia, gerando desmotivação. O percentual é maior entre o grupo dos profissionais entre 43 e 49 anos. Para 26,3% este o principal desmotivador no emprego atual. Mas também foi citado o por 22,8% dos profissionais entre 21 e 28 anos, 18% dos entrevistados entre 29 e 35 anos e 19% das pessoas entre 36 e 42 anos.

Tags: