Canal
Geral

<!--:pt-->Promoção com piscina de cerveja é vetada<!--:-->

Por: 0 15 de Janeiro de 2010

Uma ação da Santo, agência que tem como cofundadores Sebastian Wilhelm e Maxi Anselmo, causou revolta em autoridades argentinas, ao mesmo tempo em que trouxe muito buzz. Criada para a cerveja Isenbeck, que detém 4% do mercado, contra os 75% da líder Quilmes (da InBev), a iniciativa "Pileta de Cerveja" consistia em fazer as pessoas se inscreverem na internet para concorrer a um prêmio insólito: o direito de mergulhar em uma piscina de cerveja na cidade praiana de Mar del Plata, no último dia 09/01.

isenbeck

A ação foi divulgada por um comercial veiculado na televisão do país desde novembro passado. Na peça, um rapaz tira a camisa, sobre no trampolim e mergulha na cerveja. Mas as autoridades da província de Buenos Aires, não gostaram nada disso. A campanha foi acusada por "incitação de consumo irresponsável de bebidas alcoólicas". Muitos blogs locais repercutiram a ação. Um deles, inclusive, disse que um mergulho em piscina de cerveja poderia ocasionar coma alcoólico. Mais de 4,1 mil pessoas haviam se inscrito no concurso antes dele ser cancelado. Anselmo argumentou e disse que as pessoas não iriam beber a cerveja enquanto estivessem nadando. De qualquer forma, a Isenbeck decidiu seguir com a campanha, mas utilizando bolinhas coloridas que lembrassem cerveja. Para Whilelm, o governo pode ter entendido isso como uma provocação. E a campanha continuou proibida. Mas se há uma coisa que o criativo não reclamou nem um pouquinho é do buzz gerado pela polêmica.

Tags: