Canal
Geral

Projeto Sopro Novo da Yamaha Musical do Brasil expande atividade e passa a atuar como Fundação

Por: Assessoria 10 de Abril de 2017

Com 12 anos de atuação, o projeto Sopro Novo da Yamaha Musical do Brasil já levou música a mais de quatro milhões de crianças em todo país e contabiliza cinco mil professores formados.

O projeto é dividido em três programas distintos (Sopro Novo Bandas, Sopro Novo Flauta Doce e Recitais) e tem como objetivo promover e difundir a educação musical através da Flauta Doce e por meio de atividades pedagógicas, desenvolvendo a educação infantil e a formação de docentes. Em 2017, a iniciativa expande seus horizontes e passa a atuar agora como Fundação, sem fins lucrativos.

Segundo Cristal Velloso, diretora Pedagógica e Artística da Fundação Sopro Novo, esta mudança de status do programa dará ainda mais força ao trabalho já consolidado do projeto e maior proximidade da Fundação com e para a sociedade. “Temos 12 anos de estrada e esta alteração chega para agregar ainda mais profissionalismo e responsabilidade na nossa missão. Sempre nos aproximamos das pessoas e agora vamos ter acesso às instituições, mas continuaremos a manter todo o cuidado traduzido pela arte”, explica Cristal.

A Fundação Sopro Novo será formada por três conselhos (Curador, Diretivo e Fiscal), presididos por Osamu Naito, presidente da Yamaha Musical do Brasil, e compostos por profissionais experientes do mercado. Esta também é uma movimentação inédita em toda operação mundial da Yamaha Musical.

O Sopro Novo é dividido em programas distintos, com temáticas e públicos diferentes. O Sopro Novo Flauta Doce refere-se a um curso de iniciação à flauta doce direcionado para professores de música e professores leigos em música que atuam nas escolas de ensino regular.

Já o Sopro Novo Bandas desenvolve workshops e palestras com especialistas em saxofone, trombone, trompete, flauta transversal, percussão, regência, clarinete, tuba e manutenção de instrumentos de bandas. Esta modalidade é voltada para músicos de bandas. O Sopro Novo Bandas também realiza recitais de um instrumento de sopro ( flauta transversal, clarineta, sax, trompete, tuba ou trombone acompanhados de piano). Já o recital de percussão é realizado pelo grupo Tribores.

Outro programa oferecido pelo Sopro Novo Bandas é o projeto De Vento em Poupa, aula lúdico-temática sobre os instrumentos de sopro em formato de jogo interativo. Voltado para crianças de 8 a 10 anos, a ação faz com que os participantes tenham uma experiencia musical diferente e totalmente lúdica, com histórias repletas de mistérios e aventuras envolvendo os instrumentos de sopro. Compõe também a Fundação, os recitais do Quinteto Sopro Novo. As apresentações didáticas e artísticas de flauta doce acontecem em todo o Brasil desde 2007. O local, translado, alimentação da equipe e a infraestrutura para os recitais sempre devem ser providenciados pelos interessados.

Além dos programas, a Fundação cria também a Academia Sopro Novo por meio da qual serão ministrados seminários e trabalhada a formação de professores que atuam no ensino dos alunos da Fundação. “Hoje, temos 25 docentes desenvolvendo a formação. Em dez anos, esperamos chegar a 180”, finaliza a diretora pedagógica e artística. 

Tags: Telefonia/Internet/Tecnologia | Sustentabilidade | Profissional de Mídia | Música | Motocicletas | Evento Convenção