Canal
Geral

Projeto de app criado por estudantes da PUC viraliza na web

Por: 0 2 de Junho de 2014 03:38

Um projeto de aplicativo desenvolvido por alunos do curso de Publicidade e Propaganda da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) repercutiu nas redes sociais no dia 28/05. Eles simularam uma multa de R$ 2.020,00 pela não devolução de um livro à biblioteca da universidade, para promover a divulgação de um aplicativo que ajudaria justamente a gerenciar os empréstimos de livros. “Nós tínhamos que criar uma campanha digital para a aula de Novas Mídias, e pensamos em misturar um aplicativo com um viral na internet e cartazes”, contou um dos idealizadores da campanha Guilherme Pinheiro.

Foto: Divulgação.
[caption id="attachment_399767" align="aligncenter" width="400"]A multa foi "plantada" na web para ativar o aplicativo criado pelos estudantes. A multa foi "plantada" na web para ativar o aplicativo criado pelos estudantes.[/caption]   O primeiro passo da campanha foi a criação de uma carta falsa simulando uma cobrança feita pela PUC por um atraso de três anos na devolução de um livro. O post foi feito pelo aluno Luiz Otávio Vincenzi, também integrante da equipe, na sua página pessoal no Facebook. Ele postou a foto do que seria a carta enviada pela PUC, alertando que se o valor de R$ 2.020,00 não fosse quitado, seria cobrado na próxima mensalidade dele. A imagem foi acompanhada de comentários como: “Não vou pagar”, para reforçar a ideia da ativação. A mensagem, que depois foi apagada pelos autores, recebeu diversos compartilhamentos, foi parar, inclusive, em sites de humor. “Era para ficar apenas entre o pessoal da sala, mas o negócio cresceu muito”, explicou Pinheiro. O próximo passo da campanha, segundo o estudante, seria a elaboração de cartazes espalhados pela universidade para divulgar o aplicativo. “Não faça igual o cara, use o aplicativo e receba notificações sobre quando devolver os livros”, seriam os dizeres, de acordo com os alunos. Apesar de não ser o objetivo principal do trabalho, a equipe, também formada pelo estudante Allison Noronha, chegou a desenvolver uma interface e uma descrição para o projeto de aplicativo.
Foto: Divulgação.
[caption id="attachment_399768" align="aligncenter" width="480"]O aplicativo tem como objetivo não deixar que os estudantes esqueçam de devolver os livros emprestados na biblioteca. O aplicativo tem como objetivo não deixar que os estudantes esqueçam de devolver os livros emprestados na biblioteca.[/caption] “Criamos um aplicativo para a biblioteca da PUCPR. Nele, os alunos podem consultar informações úteis e pesquisar livros no acervo da universidade, sendo possível registrar relatos e comentários sobre cada obra. Além disso, podem ser baixados e-books para tablets e smartphones, e notificações são enviadas ao celular do estudante próximo a data de devolução de cada publicação impressa”, diz o texto elaborado pelo grupo. Com a repercussão, a expectativa dos estudantes com relação ao projeto aumentou. “Tomara que a PUC aproveite para desenvolver isso. Nós falamos com alunos na biblioteca e eles gostaram, acham que o aplicativo poderia ajudar muito.”, afirmou Pinheiro. Em nota, a PUC-PR afirmou que tomou conhecimento do caso do aluno, e informou que irá apurar as informações. A instituição afirmou que, se for comprovado que o estudante agiu de má-fé divulgando fatos inverídicos, tomará todas as providências cabíveis, seguindo o regimento da instituição.

Tags: