Canal
Geral

Prêmio Itaú-Unicef reconhece projetos de Educação Integral

Por: Assessoria. 27 de Novembro de 2015

O Prêmio Itaú-Unicef chega à sua 11ª edição com o tema Educação Integral: aprendizagem que transforma, e, este ano, a grande novidade é que pela primeira vez o recurso financeiro oferecido aos vencedores, para ser aplicado na continuidade dos projetos, é direcionado tanto às organizações da sociedade civil quanto às escolas públicas.

"Desejamos que esse investimento estimule ainda mais o engajamento da sociedade para construir ações em parceria, integrando escola, família, espaços públicos, tudo em prol de uma educação abrangente, acolhedora e transformadora.", diz Antonio Jacinto Matias, vice-presidente da Fundação Itaú Social.

Cada edição do Prêmio Itaú-Unicef tem duração de dois anos, sendo o primeiro dedicado a mobilizar para o processo de inscrição e seleção das boas práticas. No segundo ano, o programa oferece formação aos participantes dos projetos. "Dessa forma buscamos contribuir para o amadurecimento da relação entre Organizações da Sociedade Civil e escola, potencializar o uso do território e apoiar a construção de projetos efetivos.", explica Matias.

Depois de selecionar os projetos semifinalistas em cada uma das oito cidades polo do prêmio (Belém, Belo Horizonte, Curitiba, Goiânia, Recife, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro e São Paulo), foram definidos os 32 vencedores regionais que, agora, participam da premiação nacional.

Nesta fase, são reconhecidos os quatro vencedores nacionais, um por categoria (micro, pequeno, médio e grande porte). Ainda, um projeto será revelado como o grande vencedor de 2015. São iniciativas de educação integral que privilegiam a ampliação do tempo e do espaço de aprendizagem, que conduzem atividades pedagógicas diversificadas permitindo às crianças, adolescentes e jovens uma ampliação no leque de oportunidades futuras de trabalho e crescimento social.

Em 20 anos, a premiação já teve mais de 15.000 projetos inscritos e mais de 17.000 participantes em ações de formação presenciais e a distância. Os projetos regionais receberam R$ 25 mil para cada participante – organização da sociedade civil e escola pública.

Os vencedores nacionais ficam com R$ 100 mil cada e o grande projeto vencedor, com R$ 250 mil para cada propositor. O recurso é vinculado diretamente a ações que garantam a continuidade e o fortalecimento dos projetos de Educação Integral reconhecidos pelo Prêmio Itaú-Unicef.  

Tags: