Canal
Geral

Por que motivar funcionários em tempos de crise

Por: WLC 26 de Fevereiro de 2016

Quando há uma crise, geralmente grande parte das empresas tende a se submeter a corte de gastos, sendo este, por muitas vezes, seu próprio quadro de colaboradores.

A partir do momento que funcionários começam a ser demitidos, os demais trabalhadores acabam ficando inseguros com a possibilidade de serem os próximos. A insegurança gera medo e desmotivação, paralisando as pessoas, o que leva esses profissionais a não executarem bem suas atividades, prejudicando ainda mais os resultados da companhia.

Além disso, quando há uma diminuição no quadro de funcionários, ocorre também uma sobrecarga de trabalho para os outros colaboradores, levando ainda mais estresse e desmotivação por parte daqueles que são fundamentais para a empresa no que se refere a superação da crise.

Olhar com cuidado para cada ação a ser realizada com cada colaborador é fundamental, pois, um empregado que não tem motivação, pode se tornar uma “bola de neve” e derrubar a moral de todos os outros colaboradores. Conversas paralelas e reclamações entre as áreas internas e externas da empresa pode transformar completamente o clima organizacional, o que certamente influenciará na produção e na qualidade das atividades da empresa.

O Instituto Gallup estima que cerca de 300 milhões de dólares são perdidos nos Estados Unidos todos os anos por conta da falta de motivação. Esse é um dado, entre diversos outros, que corrobora a necessidade de investimento em motivação de funcionários para reduzir gastos e potencializar os resultados, o que certamente pode amenizar os efeitos da crise.

Nesse atual cenário, portanto, é necessário que as empresas pratiquem uma gestão moderna ao lidar com seus colaboradores, valorizando o capital humano. Tranquilizando os funcionários, passando-os o máximo possível de segurança; estabelecendo metas para gerar um sentimento de desafio, e incentivá-los por meio de reconhecimento e recompensa.

Esforços como estes fatalmente impactarão de maneira positiva seus funcionários, incentivando-os a alcançar resultados mais rentáveis e produtivos na companhia.

O grande papel dos gestores, nesse sentido, será transformar um universo desanimador em um ambiente desafiador, que gerará, por parte da empresa e de seus funcionários um esforço extra para superar a crise e retomar o caminho de grandes resultados.

 

Tags: