Canal
Geral

Ponta Negra ganha estação de reparos de bicicletas

Por: 0 6 de Outubro de 2014 03:17

O Complexo Turístico da Ponta Negra recebeu a segunda ‘estação de reparos rápidos de bicicletas’, instalada na área de bosque da primeira etapa, ao lado do quiosque de comida japonesa. A iniciativa é do Grupo Pedala Manaus, com apoio da Prefeitura, que cedeu o espaço na Ponta Negra. A estação é a segunda em funcionamento na Capital; outros dois totens foram instalados no Parque dos Bilhares. Os dispositivos são os únicos instalados na Região Norte e funcionam como alternativa útil na rotina de quem pedala nas grandes cidades.

Foto: Implurb.
[caption id="attachment_412603" align="aligncenter" width="400"]A estação é a segunda em funcionamento na capital; outros dois totens foram instalados no Parque dos Bilhares. A estação é a segunda em funcionamento na capital; outros dois totens foram instalados no Parque dos Bilhares.[/caption] A estação no Complexo Turístico de Ponta Negra tem formato de totem, equipado com um conjunto de ferramentas básicas para reparos e manutenção básica para bicicletas, como chaves, bomba de ar e um local para pendurar a bicicleta pelo selim. No local, qualquer ciclista pode calibrar pneus, apertar parafusos, ajustar banco e fazer serviços sem precisar levar suas ferramentas no bolso. Os equipamentos são compatíveis com qualquer tipo e modelo de bicicleta e seu uso é gratuito e sem restrições para qualquer pessoa. Na Ponta Negra, local que recebe grande número de ciclistas, especialmente nos dias de pista liberada, o Pedala Manaus acredita que será uma grande conveniência para que os usuários possam fazer manutenções rápidas e reparos de rotina, sem deixar de pedalar. “Quanto mais estrutura, mais ciclistas teremos nas ruas. A estação ajuda especialmente quem tem um imprevisto e não precisa interromper seu treinamento ou passeio”, explica um dos coordenadores do grupo, Paulo Aguiar. O equipamento instalado na Ponta Negra teve patrocínio da Mosaico Engenharia. Outros totens do tipo estão previstos para locais públicos e de grande circulação das “magrelas”, como no Parque do Mindu, CSU do Parque 10, avenida das Torres, avenida Brasil, entre outras. Mais patrocinadores e empresários interessados em melhorar a estrutura para ciclistas na Capital podem apoiar esta causa.

Tags: