Canal
Geral

Pesquisa aponta alta no mercado de turismo médico

Por: 0 19 de Novembro de 2013

Você já ouviu falar em "turismo médico"? Esta é uma prática cada vez mais frequente, que surge da necessidade das populações de muitos países de ter acesso a tecnologias diagnósticas e terapêuticas avançadas que, ou não são encontradas, ou possuem um custo muito elevado na sua nação de origem. O termo apresenta uma nova oportunidade de negócio que, de acordo com o World Travel Trends Report 2012/2013 (ITB), cresce de maneira vertiginosa na América Latina. Segundo dados de julho desta fonte, a região está forte na disputa pela liderança mundial em tratamentos médicos e estéticos voltado a "turistas" vindos da União Europeia e a Ásia, gerando lucros que chegam a US$ 60 bilhões ao ano. Brasil, México e Colômbia lideram este turismo no continente, segundo o ITB, devido a fatores como baixo custo, credenciamento internacional de profissionais, e, no caso do México, proximidade com os Estados Unidos. [caption id="attachment_341882" align="aligncenter" width="560"] Os líderes mundiais neste tipo de turismo são Alemanha, Hungria, Coreia do Sul e Índia.[/caption] De acordo com este estudo, as taxas de câmbio, o clima tropical e a presença de profissionais bilíngues permitiram um crescimento próximo aos 20% na América Latina, de acordo com os comparativos realizados pelo IPK World Travel Monitor. O segmento deve atingir faturamento de R$ 3 bilhões no País em 2013, com projeções de crescer 43% no próximo ano, segundo a consultoria Delloite.

Tags: