Canal
Geral

Personalização de brindes natalinos requer atenção

Por: Júlio Feijó - Redação Promoview 24 de Outubro de 2016

Em um momento de retração econômica, estratégias são necessárias para alimentar as boas relações, entre elas o investimento em brindes natalinos..

A personalização tornou-se indispensável para agradar os stakeholders  e a variedade de produtos é imensa, assim como também é ilimitada a imaginação das empresas especializadas em sua fabricação. Mas é importante ter cuidado na hora de escolher brindes, à primeira vista, criativos, mas que podem soar impróprios. 

O Grupo ABC tem um apêndice específico nas suas normas de conduta com relação ao recebimento deste tipo de homenagem. Aqui no Promoview, desde Março de 2016 evitamos receber qualquer tipo de brinde, evitando a vinculação com marcas ou produtos.

Além de observar a política da empresa na qual o cliente trabalha, existem outras que podem transformar sua intenção em motivo de gafe. O hábito de presentear com bebidas alcoólicas pode ter efeito reverso caso o presenteado esteja em algum tratamento, por exemplo.

Este ano a Netza antecipou suas ações e encontrou uma ótima solução para contornar estas restrições. Juntou todos os materiais usados em eventos ao longo do ano e transformou em objetos úteis como sacolas. A manufatura ficou a cargo da ASTA cujas integrantes foram remuneradaS por isso.

Para quem quer seguir o caminho tradicional dou algumas dicas: No que toca aos consumidores, além do brinde, o fornecimento de algum objeto realmente funcional mantém o público satisfeito e propenso a gastar mais, ou comprar mais de empresas que oferecem esses pequenos presentes o que se vê em todo final de ano nas estratégia dos Shoppings.

Já no caso de público interno ou de relação B2B, antes de chegar a ideia final é preciso analisar bem, especialmente quando quer se dar um toque de humor. O que pode parecer uma boa sacada, quando sai do campo das ideias, nem sempre rende um resultado engraçado. Dependendo do que fizer, o retorno pode até ser negativo.

A Ipsos, especializada em estudos de mídia, atestou que 60% dos clientes sentem orgulho das marcas que dão brindes e 52% acreditam que as que os oferecem têm algum tipo de cuidado com a família; 50% pensam que vale a pena pagar um pouco a mais por artigos com brinde e 47% expandiram a compra de marcas que investem nessa modalidade de promoção.

O fato é que dar presentes diferentes custa mais, pois quando se compra em escala, é possível conseguir desconto.

Mas, para compensar, o ítem que chama mais a atenção é aquele pensado especialmente caso a caso. Além disso é uma excelente maneira de fazer com que os empregados, parceiros, colaboradores e clientes se sintam valorizados. Afinal a personalização prova maior sinceridade e um cuidado especial, fazendo com que a pessoa que recebeu o presente admire mais o que lhe foi dado.

Por essa razão, sempre que a empresa puder personalizar os brindes que for distribuir por intermédio da contratação de uma empresa de brindes de confiança, estará melhorando a forma de reconhecimento ou de agradecimento, o que terá satisfação garantida pelo presenteado.

A promoção por intermédio de brindes é eficaz porque prende repetidamente a atenção para o logo em questão e slogans, além de construir uma opinião do público a respeito da marca. A combinação de marketing direto com produtos promocionais é incrivelmente eficaz porque produz uma interação pessoal com potenciais consumidores.

Isso mostra que, ao ganhar um produto de divulgação, os consumidores acabam prestando atenção nos valores que a marca quer passar, e, na maioria das vezes, se identificam com eles, o que incentiva a compra de mais itens dela.

Além disso, esse tipo de estratégia não custa caro. É uma ferramenta do marketing promocional que desde pequenas farmácias de bairro até multinacionais podem investir e aproveitar deste tipo de exposição da marca, e, o melhor, todo mundo quer.

Alguns têm uma utilidade duradoradoura; outros acabam tendo um valor sentimental; uns são úteis; alguns “inúteis”. Causam alegria e também geram polêmica. No fim do dia fazem diferença e agregam quando o investimento é direcionado para ações de marketing promocional.

Tags: