Canal
Geral

Parcerias que fazem um grande evento acontecer

Por: 0 9 de Abril de 2011

A grande maioria da população não sabe como se capta um grande evento esportivo e são raros os que entendem o seu processo de planejamento e execução, que demanda sem dúvida um trabalho que envolve governos, empresas e profissionais e exige um alto grau de excelência na sua organização. A palavra da moda é a parceria, fácil de se falar, difícil de se fazer. Grande parcela das empresas não entendem o marketing esportivo e sua força como impulsora de vendas e fixação de marcas. Vale muito o produto (a competição), o esporte, a própria organização, os promotores e a argumentação utilizada na proposta de patrocínio/parceria.

Natal (RN) será sede entre os dias 24/06 e 03/07, do Campeonato Mundial de Basquetebol Master, e começa a despertar, até um pouco tardiamente, para o fato de que essa competição será o primeiro teste para se firmar... ou não, como apta a abrigar uma Copa do Mundo. O Governo do Estado e a Prefeitura do Natal foram desde o início os grandes parceiros da FBBM e continuam sendo os seus maiores apoiadores, com investimentos significativos e envolvendo várias secretarias na logística necessária a operacionalização do Campeonato Mundial. Pela iniciativa privada, várias parcerias foram se formando, algumas em fase de conclusão das negociações, como a com a Eletrobras, tradicional patrocinadora do basquetebol brasileiro. Um trunfo recentemente conquistado foi a garantia de televisionamento dos principais jogos pela SporTV, da Rede Globo, e cobertura jornalística da competição, o que amplia extraordinariamente a visibilidade das marcas dos  patrocinadores. Nesse sentido, devemos ressaltar o contrato de patrocínio firmado com a Unimed Natal, no qual essa cooperativa médica será responsável pela assistência de saúde dos participantes do Campeonato Mundial, com equipes permanentes nos ginásios dos jogos, ambulâncias UTIs e hospital de referência. Outra empresa que firmou parceria com a FBBM foi o curso de línguas CCAA que está dando o necessário suporte nas traduções e intérpretes à Comissão Central Organizadora, e terá a tarefa de selecionar e treinar os voluntários bilíngues que estão sendo convocados para colaborar na organização do Mundial. Tem ainda a Coopertáxi, que colocará sua frota de táxi a serviço dos visitantes, com central telefônica especial com atendentes bilíngues e GPS em todos os veículos, proporcionando assim um serviço de primeiro mundo. E, finalmente, não se pode esquecer a atenção da FBBM para com as empresas do Estado quando procedeu a licitação para agência oficial do Campeonato Mundial, somente com a participação de agências locais, saindo-se vencedora a Aerotur, considerada a maior do Estado, com a responsabilidade de controlar as reservas de todas as hospedagens das delegações. Fonte: Carlos Galvão/Presidente da Fimba.

Tags: