Canal
Geral

Pará é palco de mais uma edição do Clic

Por: 0 20 de Novembro de 2012

Depois de promover vários pré-eventos ao longo do ano, incluindo um prêmio de criação em Moda e três dias dedicados a discutir a produção audiovisual paraense, a organização do Culturas, Linguagens e Interfaces Contemporâneas (Clic), realiza a segunda edição do evento.

Com o tema “Contemporaneidade: contextos e perspectivas”,  o evento acontece de 20/11 a 23/11, no espaço Benedito Nunes da livraria Saraiva Megastore.

Na programação, constam palestras, mesas de debate, rodas de conversa, apresentação de trabalhos e também o I Encontro de Produtores e Realizadores em Cultura e Mercado em Belém.

De acordo com Enderson Oliveira, coordenador do Clic, a proposta é fortalecer as iniciativas culturais, midiáticas e comerciais da região. Entre os convidados, estão Daniel Silva (Gotazkaen Estúdio), Zienhe Castro (ZFilmes/Amazônia Doc), o músico Leo Chermont (banda Strobo) e Zhumar de Nazaré (Unesco/MinC).

Relivaldo de Oliveira, escritor, professor e doutor em ciências sociais faz a palestra de abertura “Existe vanguarda na contemporaneidade?”, nesta terça-feira (20/11) às 18h.

Em seguida, às 19h45, o evento promove a mesa de debate “Tecnobrega, música e festa: o ético e a estética”, com o doutor em antropologia Maurício Costa e o cantor de tecnobrega DJ Maluquinho.

A programação continua na quarta com a mesa “Amazônia para ver e vir”, às 14h, com Levi Freire Jr. e Brenda Castro; com a roda de conversa sobre Moda e Economia Criativa, às 15h45, com Fernando Hage e Yorrana Maia, finalizando com a apresentação de trabalhos acadêmicos.

Na quinta-feira (22/11) o público poderá conferir, a partir das 14h, mais apresentações de trabalhos, uma roda de conversa sobre arte digital, com José Afonso Souza e John Fletcher, às 16h, mesa de debate para discutir a indústria cultural com Clécia Andrade e Mauro Maia, às 17h15, e mais o I Encontro de Produtores e Realizadores em Cultura e Mercado às 19h.

No último dia, o Clic ainda realiza mais apresentações de trabalhos, a mesa “Em poucos caracteres: linguagem e literatura no período contemporâneo”, às 17h, e finaliza a programação com o debate “Além da pele: as tatuagens, seus simbolismos, estereótipos e preconceitos”, às 18h45.

Fonte: Mariana Almeida/Diário do Pará.

Tags: