Canal
Geral

<!--:pt-->Papel sintético é a nova aposta da Vitopel<!--:-->

Por: 0 6 de Agosto de 2009

Testes recentes mostraram que, em relação aos materiais convencionais, o Vitopaper, papel sintético da Vitopel feito a partir de resíduos plásticos reciclados, consome 20% menos tinta que os materiais convencionais e é 40% mais leve. Além disso, é impermeável, tem uma durabilidade maior e é infinitamente reciclável.

papel

O produto levou cerca de dois anos para ser desenvolvido e teve um investimento total de cerca de quatro milhões de reais. A patente mundial foi registrada no ano passado e o lançamento oficial aconteceu em março. O Vitopaper já tem sido comercializado para os mercados gráfico, editorial, promocional, de embalagens e etiquetas. O presidente da Vitopel, José Ricardo Roriz Coelho afirma que já há planos de exportação, tanto do produto, quanto de sua tecnologia, por meio de alianças no exterior. Sobre a Vitopel A Vitopel é a maior companhia latino-americana e terceira no mundo na produção de filmes flexíveis. Conta com três fábricas, duas no Brasil e uma na Argentina e produz 150 mil toneladas/ano de filmes flexíveis de BOPP. A empresa investe anualmente cerca de US$ 2 milhões em pesquisa e desenvolvimento (P&D) e detém outras patentes de produtos criados para diversos mercados, como o de embalagem, entre outros.

Tags: