Canal
Geral

Panamá ultrapassa o Brasil no ranking do Icca

Por: 0 18 de Junho de 2014

Atraindo mais turistas estrangeiros a cada ano, o Panamá vem despontando também no cenário mundial de congressos e convenções. O país acaba de alcançar a sexta posição no ranking do Icca (International Congress e Convention Association), saltando 20 posições em relação a 2012, ultrapassando o Brasil que até o ano passado ocupava a sétima colocação e este ano caiu para a nona. Segundo Ernesto Orillac, vice-ministro da ATP (Autoridade de Turismo do Panamá), pela primeira vez na história o país sediará grandes eventos, mesmo competindo com grandes players neste mercado. “Um bom exemplo é que fomos escolhidos para sediar o Congresso de Pediatria de 2019, mesmo competindo com Milão e Marrocos”, justifica.

Foto: Divulgação.
centro-convencoes-panama-1 Para alcançar esta posição e continuar crescendo neste segmento, Ernesto Orillac cita como fatores fundamentais a Infraestrutura do país, a conectividade e os próprios centros de convenções. “Nossa posição geográfica, a conectividade aérea, a crescente infraestrutura hoteleira, a construção de novas redes de vias com modernas autopistas que agilizam o tráfico dentro da cidade, a construção do novo centro de Convenções em Amador e os incentivos criados pela ATP fazem do Panamá um lugar excepcional para a realização de eventos e convenções em escala mundial”, reforça. O novo Centro de Convenções do Panamá está previsto para ser inaugurado no primeiro trimestre de 2015 e está localizado na entrada do Canal do Panamá. Foi construído em um terreno de 11 hectares, atrás do anfiteatro Figali, e a estrutura terá 40 mil metros quadrados. Com a nova construção, o Panamá pode competir com eventos para até dez mil participantes. O complexo contará com 16 salas de reuniões, um teatro para 1947 pessoas e um anfiteatro para duas mil pessoas, salas de exibições e salões multiusos. Considerado um centro eficiente e funcional, terá um desenho icônico, que enfeitará a sua maior atração turística: O Canal de Panamá. Além disso, terá um desenho de duplo casco de vidro coberto em madeira, como átrio para quem deseje observar os navios, que passam pelo Canal. Esta combinação de madeira e vidro terá um efeito de chaminé, oferecendo um ambiente quente ao lugar. O acesso ao lugar será extremamente fácil, pois até ali chegará a cinta costera, que proporcionará uma via direta e rápida até o aeroporto e outros lugares da cidade. O projeto do novo teatro do Centro de Convenções de Amador esteve entre os 25 melhores projetos finalistas a nível mundial para os prêmios WAN Awards. Ele foi qualificado por um júri de especialistas internacionais como o dono de um sofisticado projeto com dramáticas formas de um pássaro com as asas estendidas. O teatro apresenta um desenho, que coordena elementos de forma eficiente no espaço, onde estará localizado o edifício. Espera-se que o novo Centro de Convenções se transforme no edifício icônico da cidade de Panamá e que posicione o país como um destino de convenções. “Hoje podemos competir com qualquer cidade do mundo, graças a uma equipe muito profissional e aos esforços não só da Autoridade de Turismo do Panamá, mas de todo o setor”, conclui Ernesto Orillac.

Tags: