Canal
Geral

O talento e a coragem

Por: 0 22 de Outubro de 2011 03:11

Paulo Araújo Meu amigo Wilson costuma despedir-se das pessoas com um abraço e com a seguinte frase: - "Coragem, irmão!" Sempre achei isso engraçado, não pela frase em si, mas pela maneira como ele a pronunciava. Nunca havia refletido sobre ela, mas, ultimamente, confesso que ela não sai da minha cabeça, não pela palavra coragem, mas pela palavra medo. Ultimamente tenho ouvido e lido muito essa palavra, mais do que desejo. Medo da violência, do desaquecimento da economia mundial, da taxa de juros, da perda do emprego.

Sejamos justos com o medo, pois ele também tem seus méritos, e sem ele nosso instinto de sobrevivência seria muito comprometido. Mas o medo paralisa, inibe a criatividade e pode até estagnar sua carreira. Não dá para ser um talento com medo de errar, de inovar, de ser punido pela vida o tempo todo. O medo deve ser usado como a força que pode te levar rumo ao topo. Aí entra o antônimo do medo, ou seja, a palavra coragem. A origem da palavra coragem é latina – cordis – que significa coração. Ter coragem é ter firmeza de espírito, valentia e perseverança. “Coragem é resistência ao medo, domínio do medo, e não a ausência do medo”- declarou o escritor e humorista americano Mark Twain (1835 – 1910). Então não tem jeito, para ser reconhecido e se tornar um verdadeiro talento, a primeira coisa a fazer é refletir e verificar se em seu dia-a-dia você está tomando o que chamo de 'atitudes corajosas'. Entre as várias atitudes corajosas que devemos ter, quero destacar algumas. São elas: O talento dever ter coragem para ousar Não ter medo de inovar, de se expor, de sair da rotina, do lugar comum. Ousar em fazer o algo a mais, em exigir o máximo de si, e nunca aceitar a mediocridade. Ser excelente deve ser uma satisfação própria, um mérito pessoal, sem se preocupar em demasia com o que todos os outros pensam. Ousar em ser o senhor do seu próprio destino. O talento dever ter coragem para enfrentar adversidades Não existe vida sem obstáculos, não existe crescimento sustentável sem crises. Abandone o método Avestruz, aquele em que dá vontade de colocar a cabeça dentro de um buraco até tudo passar. As adversidades existem para torná-lo um profissional e um ser humano melhor. Eu o desafio a encontrar uma história de sucesso onde seu protagonista não tenha passado por situações difíceis e complicadas. Pode ter certeza de que você não vai encontrar. O talento deve ter coragem para ser ético e íntegro No mundo de hoje temos a impressão que ser ético e íntegro é uma grande bobagem. Mas não basta ter essas qualidades somente em grandes atos. A ética e a integridade se fazem valer nos pequenos desafios diários, como respeitar seu concorrente, brigar por uma promoção ou por um aumento salarial tendo como base o seu desempenho e resultados. Não abusar da sua autoridade como líder ou entender de uma vez por todas que seus fornecedores também precisam sobreviver e crescer no mercado e que nem sempre o famoso cliente tem razão. Os fins não justificam os meios e se tudo mundo faz, você não precisa fazer também. O talento deve ter coragem para ser feliz Esse é o maior desafio do talento no dias de hoje. Conseguir equilibrar a vida pessoal com a profissional. Descubra o que realmente importa na sua vida. Quais são seus limites, o que é suportável, do que vale a pena abrir mão ou não. O talento trabalha muito é verdade, mas também se diverte no trabalho, encontra significado naquilo que faz e assim sua energia positiva contagia todos à sua volta. O talento tem não tem medo de ser feliz e da forma mais natural do mundo acredita ser merecedor de tal presente. Talento sem coragem não progride. Apenas a coragem sem o talento pouco consegue realizar. Mude seu pensamento e troque sempre que puder a palavra medo pela palavra coragem. Não pense – eu tenho medo de perder o emprego ou meu negócio! Pense: - eu vou ter coragem para fazer a diferença nessa empresa e fazer esse negócio crescer. Agora vou cometer um plágio e assim como sempre faz meu amigo Wilson, me despeço de você com um abraço afetuoso e desejando-lhe: - "Coragem, irmão!"

Tags: