Canal
Geral

<!--:pt-->Nestlé investe no time de vôlei de Osasco<!--:-->

Por: 0 23 de Setembro de 2009

Quando os adeptos do voleibol brasileiro andavam entristecidos pela falta de patrocínio, tendo algumas equipes chegado a ameaçar de parar, eis que uma grande marca se faz presente e resolve investir, naquele que, é sem dúvida nenhuma, um dos esportes que melhor representam o País nas competições internacionais.

sollys

Após um tempo afastada das quadras, a Nestlé voltou a patrocinar o voleibol feminino nacional. O time de Osasco, que dentre outras feras do esporte já teve Ana Moser e Fernanda Venturini e atualmente conta com seis jogadoras da Seleção Brasileira, foi a equipe escolhida para estampar em todos os seus materiais a logomarca da linha Sollys. De acordo Izael Sinem Jr, diretor de Comunicação e Serviços de Marketing da empresa, a opção por essa marca se deu pela proximidade entre os atributos de vida saudável, bem-estar, força e energia que interligam o esporte e as características conferidas ao produto à base de soja. "Sollys tem tudo a ver com o vôlei", enfatiza. Em evento realizado para divulgar a parceria, algumas atletas do time apresentaram os trajes que já traziam a marca como patrocinadora. A estreia do uniforme acontece no próximo dia 30/09, quando o Sollys Osasco, agora com novo nome, fará o jogo de abertura do segundo turno do Campeonato Paulista, no Ginásio Professor José Liberatti, em Osasco. A Nestlé apoiará a equipe durante a temporada 2009/20010 de competições. Luizomar de Moura, técnico do time, relembrou os momentos de insegurança enfrentados em abril, quando o grupo ficou sem patrocinador. "Recebemos assédio de todos os lugares para trocarmos o Osasco, mas continuamos firmes e fortes". Agora, com o fim da tempestade, Moura reforçou o "compromisso de representar a empresa com muito profissionalismo e paixão". As estratégias da união, de acordo com o representante da Nestlé, não estarão focadas apenas na equipe de voleibol. "A gente tem uma série de ações programadas para acompanhar a trajetória do Osasco, pra trabalhar a torcida e a comunidade da cidade, o terreno é fértil", finaliza o diretor da empresa, que não quis revelar os valores destinados à iniciativa e nem discorrer sobre quais seriam as atividades planejadas.

Tags: