Canal
Geral

Na falta de ideias… por Paulo Araújo

Por: 0 22 de Maio de 2011

Paulo Araújo* ... o negócio é se inspirar! Com certeza, você como qualquer outra pessoa deste mundo já passou por situações de ter que ter uma ideia qualquer e a tal da inspiração não vem. É claro que como já dizia Einstein criatividade é 1% de inspiração e 99% de transpiração, mas o fato é que sempre é preciso aquele click, aquele insight. Tanto faz se você é dono de seu próprio negócio, profissional de uma empresa qualquer, independente de área de atuação, é a sua capacidade de inovar e implantar essas mudanças que será o grande diferencial de seu negócio ou de sua carreira. Na falta de inspiração, inspire-se nas dicas abaixo e quem sabe com sua aplicação, logo, logo você passa para a fase da transpiração. Fuja do ambiente de trabalho Quando queremos ou precisamos muito encontrar um objeto qualquer rapidamente, o que acontece? Você não encontra, mas é só esquecer do dito cujo que logo aparece. Com novas ideias é a mesma coisa. Por vezes, o ambiente de trabalho não é o melhor lugar quando as ideias insistem em não aparecer. Nessas horas saia um pouco da rotina e vá tomar um café na padaria da esquina, visitar um cliente, ou simplesmente esqueça aquela tarefa e vá resolver outro problema qualquer, de preferência mais fácil e prazeroso. Pesquise Não tente o tempo todo reinventar a roda. Pesquise com amigos, clientes, fornecedores, concorrentes, na internet, sempre existe alguém que passou por uma situação similar e experiências passadas são fundamentais para ações no futuro. Copiar não é vergonha alguma, desde que feita com ética e lealdade e, além do mais, pode ter certeza que no meio do caminho você vai querer dar aquele tom que só a sua empresa tem que vai diferenciar a sua ideia da do concorrente. Copiar a estratégia é fácil, mas é praticamente impossível copiar o processo de implantação. Leia, vá ao teatro, ao cinema, use e abuse das artes e músicas Evite somente ler livros técnicos, abra sua mente para aventuras, ficção, romances, novos estilos musicais. Em meu caso a música clássica é altamente inspiradora e relaxante. Adoro escrever escutando Mozart, Beethoven e outros. Normalmente nossa mente está cheia de termos técnicos, situações certinhas, nós queremos lógica, racionalidade, mas o imprevisto sempre aparece sem ser chamado, é verdade. Estimule sua mente e quem sabe aquela ideia que você tanto precisa pode ser inspirada por um romance qualquer, ritmo ou cores vibrantes. O ponto é: coloque novos estímulos em seu cérebro, pois relaxado e descontraído novas ideias surgirão em sua mente. Faça perguntas bobas Ese fizermos assim e não do outro jeito? Posso morrer se não tiver esta ideia hoje? O que acontecerá com minha sogra? O que é ser diferente para meu cliente? Que modelo de negócio não existe hoje que pode afetar a minha empresa amanhã? E se todos os clientes deixassem de comprar hoje de minha empresa? E se der tudo errado, o que de pior pode acontecer? E porque não? Qual é nosso plano B? Pergunte, questione, pergunte e questione. Quando as ideias não vem comece a se perguntar: - por que estou sem ideias? O que está me bloqueando? A técnica das “perguntas aparentemente bobas” é fantástica, pois ela nos faz rir e o processo vai evoluindo normalmente para o ponto que pretendemos. Saia e tire os outros da rotina Vá até o supermercado mais próximo e compre bombons ou balas para todos de sua equipe e, de surpresa, comece a distribuição. Espalhe sorrisos e diga: um bombom ou uma bala por uma ideia! E se a situação for mais desesperadora não esqueça de dizer: - pelo amor de Deus! Dá um tom mais dramático à cena e um certo senso de urgência. Brinque com a sua falta de imaginação, aprenda a rir de si mesmo. Você não tem de ser o salvador do mundo em todos os momentos. Você tem o direito e o dever de sair da mesmice, quebrar o gelo isto é algo que não pode e nem deve ser feito todos os dias senão... vira rotina... e perde a graça. Tenha ideias para que os outros lhe dêem ideias Aquele branco insiste em não passar, só que o problema está lá a espera de uma solução? Estimule os outros a pensarem por você, afinal todos fazemos parte de uma equipe. Vá até o seu cliente, seja ele interno ou externo, e pesquise a forma como ele resolveria o problema ou gostaria de ser atendido. Faça o que puder ser feito e negocie o que não pode ser feito. Procure inspiração principalmente naqueles que serão os maiores beneficiados pelo novo projeto ou solução do problema. Para que insistir em resolver tudo sozinho? Melhore sua aparência, invista no visual Certa vez eu estava sem ideia e vontade alguma para escrever um dos capítulos finais de um de meus livros, mas era preciso terminar logo. Fui ao cabeleireiro cortei o cabelo e unhas, cheguei em casa fiz a barba, passei perfume, coloquei uma roupa confortável e bonita, estava me sentindo o máximo, tudo isso entre duas e três e meia da tarde em um dia da semana. O objetivo era estar, ou melhor, parecer mais bonito para receber minha nova ideia. O mais incrível foi que ela apareceu, e fiquei tão inspirado por mim mesmo que escrevei por quase três horas seguidas. Você tem de ser sua maior fonte de inspiração, cuide de seu corpo, de sua aparência, vaidade nas doses certas faz bem a saúde, para a vida e para a carreira. Agora chega de papo e trate de se inspirar para dar um no branco total e na falta do novo. Saia da mesmice e crie suas próprias receitas de inspiração, compartilhe com os amigos, aprimore suas técnicas porque ao final, haja tempo e trabalho para implantar tantas ideias de uma pessoa iluminada como você.

[caption id="attachment_97595" align="aligncenter" width="300" caption="Paulo Araújo é especialista em Inteligência em Vendas e Motivação de Talentos. Diretor da Clientar – Projetos de Inteligência em Vendas. Autor de “Paixão por Vender” - Editora EKO, entre outros livros. Site: www.pauloaraujo.com.br. Twitter - @pauloaraujo07."][/caption]

Tags: