Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

“Muitos homens num só" é o grande vencedor do Cine PE

Por: 0. 5 de Maio de 2014

A 18ª edição do Cine PE Festival do Audiovisual chegou ao fim na noite de 02/05, e teve como grande vencedor o longa "Muitos Homens Num Só", primeira ficção da diretora carioca Mini Kerti. Produzido por Flavio Ramos Tambellini, o filme ganhou nove Calungas do júri oficial, além do prêmio do júri popular, totalizando dez troféus. "Muitos Homens Num Só" é baseado em fatos reais e inspirado em personagens de diversos livros de João do Rio, pseudônimo do escritor e jornalista Paulo Barreto (1881-1921).

Foto: Divulgação/Cine PE.
[caption id="attachment_394181" align="aligncenter" width="562"]Muitos Homens Num Só foi o grande vencedor do Cine PE Festival Audiovisual. Cena do filme "Muitos Homens Num Só", o grande vencedor do Cine PE Festival do Audiovisual.[/caption] O júri Abraccine optou por conceder prêmios a partir de dois recortes das mostras competitivas do 18º Cine PE: o de curtas-metragens, revelado no dia 29/04; e o de longas, que inclui filmes exibidos na Mostra Doc e na Mostra de Ficção. Os jurados elegeram como melhor filme o documentário português "E Agora? Lembra-me", de Joaquim Pinto. O diretor convive com o HIV há quase 20 anos e é o personagem de uma reflexão aberta e eclética sobre o tempo e a memória, as epidemias e a globalização, a sobrevivência para além do expectável, a dissensão e o amor absoluto. Apresentada pelo casal de atores Deborah Secco e Bruno Torres, que também é cineasta, a cerimônia no Teatro Santa Isabel contou com a presença de diretores, produtores e atores dos filmes concorrentes. A noite foi marcada pelas homenagens aos 50 anos do filme "Deus e o Diabo na Terra do Sol", de Glauber Rocha, com a exibição de um vídeo produzido pelo Canal Brasil; e a José Wilker, que faleceu no último dia 05/04. A láurea já estava programada desde o início do ano e a Calunga de Ouro foi entregue a Isabel Wilker e Claudia Montenegro, a filha e a companheira do ator, e outros familiares. O festival também homenageou o jornalista baiano João Carlos Sampaio, um dos maiores críticos de cinema do Brasil, que estava cobrindo o festival e faleceu na manhã de 02/05, aos 44 anos de idade, vítima de um enfarte fulminante. O júri oficial do 18º Cine PE foi composto por Fabiano Canosa (diretor-geral da Brazilian World Cinema, produtor carioca e locutor do Kinoscope); Marcos Petrucelli (jornalista e crítico de cinema paulista); Francisco Ramalho Júnior (diretor, roteirista e produtor cinematográfico paulista); Marco Aurélio Marcondes (distribuidor e produtor carioca independente); e Marcos Santuário (jornalista, pesquisador e crítico de cinema gaúcho). A curadoria foi do jornalista carioca Rodrigo Fonseca.
Foto: Daniela Nader.
[caption id="attachment_394183" align="aligncenter" width="562"]A grande premiada da noite, Mini Kerti, diretora de Muitos Homens num Só. O longa ganhou melhor filme, direção , roteiro, direção de arte, ator coadjuvante, edição de som, trilha sonora, atriz e ator e juri popular. A grande premiada da noite, Mini Kerti, diretora de Muitos Homens num Só. O longa ganhou melhor filme, direção , roteiro, direção de arte, ator coadjuvante, edição de som, trilha sonora, atriz e ator e juri popular.[/caption]

Tags: