Canal
Geral

MS realiza feira internacional e salão de turismo

Por: 0 7 de Fevereiro de 2011

A Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul começa os preparativos para a organização da terceira edição da Feira Internacional e Salão de Turismo de MS. Os idealizadores querem consolidar o evento como referencial de turismo do Estado, integrando o consumidor final com a cadeia de turismo.

[caption id="attachment_93376" align="aligncenter" width="580" caption="Pavilhão Almeida Franco em Campo Grande será palco do Salão de Turismo."][/caption]

O Salão de Turismo será um espaço de negócios, integração, inovação e serviços. A principal estratégia é a mobilização, promoção e a comercialização dos roteiros turísticos das dez regiões do Estado, a partir da oportunidade de negócios. Estimulando a promoção dos diversos destinos por meio do intercâmbio comercial de turismo receptivo, trade turístico e operadores nacionais e internacionais. O evento acontece de 08 a 12/06, no Pavilhão Albano Franco, em Campo grande, a programação é gratuita. Segundo a diretora-presidente da Fundação de Turismo de MS, Nilde Brun, o Salão de Turismo tem o papel fundamental de divulgação das rotas turísticas do Estado e, com isso, tem agregado valores a outras atividades econômicas importantes desenvolvidas em Mato Grosso do Sul. “Esperamos proporcionar um novo olhar para as belezas naturais, às rotas de ecoturismo, ao turismo de aventura, de compras, negócios, eventos e cultural, além do artesanato e da gastronomia que caracterizam a diversidade de cada região”, disse. As dez regiões turísticas do Estado - Caminho dos Ipês; Bonito - Serra da Bodoquena; Caminhos da Fronteira; Cone Sul; Grande Dourados; Vale das Águas; Costa Leste; Rota Norte; Pantanal; e Vale do Aporé – estarão representadas em amplos estandes, decorados especialmente com imagens, sons e cores, onde será distribuído material de divulgação de cada região. Os estandes terão atrações especiais para o público, com uma cenografia muito bem elaborada, que irá surpreender os visitantes. Fonte: Lucas Junot - Capital News.

Tags: