Canal
Geral

Moto 1000 GP hoje em Interlagos

Por: 0 22 de Setembro de 2013

Nas quatro primeiras das oito etapas previstas, o Moto 1000 GP teve domínio da Alex Barros Racing em sua categoria principal, a GP 1000. Depois da vitória de Alexandre Barros na abertura da temporada, em São Paulo (SP), o argentino Luciano Ribodino, campeão de 2012, levou a equipe a mais dois primeiros lugares, em Pinhais (PR) e na volta da competição ao autódromo paulista de Interlagos. A quarta etapa, que fechou em Cascavel (PR) a primeira metade da temporada, teve vitória do paranaense Diego Faustino, da Petronas Eurobike Team, com Ribodino em segundo. Com 92 pontos e líder do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, que terá sequência neste domingo (22/09) com a quinta etapa, mais uma vez em Interlagos, Ribodino identifica adversários dispostos a alternar as bandeiras do Brasil e da Argentina no pódio da GP 1000. São os casos de Faustino, que foi a 54 pontos na vice-liderança do campeonato com a vitória em Cascavel, e do paulista Danilo Lewis, piloto da PRT/RC3 Brasil, terceiro colocado na corrida do mês passado, que ocupa a mesma posição na pontuação, com 46 – está um à frente do também paranaense Wesley Gutierrez, da Motonil Motors, quarto colocado. Outro que aparece disposto a integrar a disputa por vitórias na fase final do campeonato é Diego Pierluigi, argentino que disputou a etapa de Cascavel pela JC Racing Team estabelecendo o novo recorde da pista. Sua atuação traz a expectativa de que a rivalidade entre Brasil e Argentina torne-se ainda mais evidente na segunda metade do Moto 1000 GP. “É uma rivalidade sadia, que leva a gente a querer andar ainda mais forte”, salienta Faustino, que mostra-se motivado para o fim de semana de disputas em Interlagos. “Cascavel foi um divisor de águas para a nossa equipe. Colocamos um equipamento novo, o controle de tração, que melhorou a performance. Agora sinto que tenho a moto na mão”, anima-se. Lewis, que foi ao pódio na última corrida realizada no Paraná, concorda com Faustino. “Dá até um gostinho de estar num Mundial, essa disputa entre os países em busca do primeiro lugar. Agora é acertar bem a moto para fazer o meu melhor e levar a bandeira do Brasil ao lugar mais alto do pódio”, prometeu. A quinta etapa do Moto 1000 GP vai marcar mais uma iniciativa pioneira para aumentar a segurança nas corridas de motovelocidade no País. Graças à parceria com a Airfence Brasil, o equipamento com padrão internacional de segurança (bolsas de ar em PVC) vai ser instalado junto a guard-rails, muretas e barreiras de pneus ao longo da pista de Interlagos.

Tags: